Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

SocialForest

Luta global contra o impacto das alterações climáticas nas zonas florestais do espaço SUDOE

Resumo

Os sistemas florestais no SUDOE são afetados por riscos climáticos específicos, como secas, pragas, incêndios, risco de desertificação e perda de biodiversidade. Estas são agravadas por outras circunstâncias socioeconómicas, como o abandono rural e a perda da paisagem no mosaico das montanhas, a falta de gestão das massas florestais pelos proprietários públicos e privados, os problemas de comercialização, a perda de competitividade e a falta de mão de obra nos sistemas agroflorestais. Embora os riscos associados ao clima difiram em intensidade e frequência entre regiões, para todos os territórios do projeto (Região de Múrcia, Castela-Mancha, Castela e Leão, Alentejo, Occitânia e Nueva Aquitânia), estes riscos apresentam desafios em termos agroflorestais e de biodiversidade associada, gestão florestal e desenvolvimento socioeconómico. O objetivo da SocialForest é contribuir para a adaptação climática em Espanha (Castilla La-Mancha, Castela e Leão, Região de Múrcia), França (Occitânia e Nueva Aquitânia) e Portugal (Alentejo), através do desenvolvimento de uma estratégia global de gestão florestal, que aumente a resiliência às alterações climáticas e, ao mesmo tempo, reforce o desenvolvimento socioeconómico das zonas rurais. A viabilidade das medidas selecionadas será planeada e demonstrada através do desenvolvimento de 7 ações-piloto. As ações-piloto abordarão tanto os riscos biofísicos como os riscos sociais do território e serão concebidas através da cooperação transnacional. Serão implementadas através da utilização combinada de metodologias de ponta, como a teledeteção, o software de apoio à decisão CAFE (quantificador de serviços ecossistémicos florestais), sensores de refletiometria e estratégias para reafetar os proprietários exilados ao seu património florestal (estratégia de comercialização digital para disseminar e promover o desenvolvimento de uma gestão florestal adaptativa).

Descrição

Os sistemas florestais no SUDOE são afetados por riscos climáticos específicos, como secas, pragas, incêndios, risco de desertificação e perda de biodiversidade. Estas são agravadas por outras circunstâncias socioeconómicas, como o abandono rural e a perda da paisagem no mosaico das montanhas, a falta de gestão das massas florestais pelos proprietários públicos e privados, os problemas de comercialização, a perda de competitividade e a falta de mão de obra nos sistemas agroflorestais. Embora os riscos associados ao clima difiram em intensidade e frequência entre regiões, para todos os territórios do projeto (Região de Múrcia, Castela-Mancha, Castela e Leão, Alentejo, Occitânia e Nueva Aquitânia), estes riscos apresentam desafios em termos agroflorestais e de biodiversidade associada, gestão florestal e desenvolvimento socioeconómico. O objetivo da SocialForest é contribuir para a adaptação climática em Espanha (Castilla La-Mancha, Castela e Leão, Região de Múrcia), França (Occitânia e Nueva Aquitânia) e Portugal (Alentejo), através do desenvolvimento de uma estratégia global de gestão florestal, que aumente a resiliência às alterações climáticas e, ao mesmo tempo, reforce o desenvolvimento socioeconómico das zonas rurais. A viabilidade das medidas selecionadas será planeada e demonstrada através do desenvolvimento de 7 ações-piloto. As ações-piloto abordarão tanto os riscos biofísicos como os riscos sociais do território e serão concebidas através da cooperação transnacional. Serão implementadas através da utilização combinada de metodologias de ponta, como a teledeteção, o software de apoio à decisão CAFE (quantificador de serviços ecossistémicos florestais), sensores de refletiometria e estratégias para reafetar os proprietários exilados ao seu património florestal (estratégia de comercialização digital para disseminar e promover o desenvolvimento de uma gestão florestal adaptativa).

Período de programação:2021-2027
Data de início:01/01/2024
Data final:31/12/2026
Estado: Em curso
Anúncio: 1ª convocatória
Prioridade: 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objectivos específicos : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Custo elegível: 1.851.089,39 euros
FEDER: 1.388.317,04 euros

Beneficiários

Beneficiario Principal

Nombre del beneficiario: Comunidad Autónoma de la Región de Murcia, Consejería de Medio Ambiente, Universidades, Investigación y Mar Menor, Dirección General de Patrimonio Natural y Acción Climática

Región: España,Región de Murcia,Murcia

Persona de contacto: Roque Perez

Email: [email protected]

Este beneficiário não dispõe de um sítio Web

2 - Associação para o Estudo e Defesa do Património Natural e Cultural do Concelho de Mértola

Nombre del beneficiario: Associação para o Estudo e Defesa do Património Natural e Cultural do Concelho de Mértola

Región: Portugal,Alentejo,Mértola

Persona de contacto: Filipe Silva

Email: [email protected]

Este beneficiário não dispõe de um sítio Web

3 - Universitat Politècnica de València, Departamento de Ingeniería Hidráulica y Medio Ambiente

Nombre del beneficiario: Universitat Politècnica de València, Departamento de Ingeniería Hidráulica y Medio Ambiente

Región: España,Comunidad Valenciana,Valencia

Persona de contacto: María González Sanchis

Email: [email protected]

Este beneficiário não dispõe de um sítio Web

4 - INRAE Centre Nouvelle-Aquitaine-Bordeaux, UMR 1391 ISPA,

Nombre del beneficiario: INRAE Centre Nouvelle-Aquitaine-Bordeaux, UMR 1391 ISPA,

Región: France,Aquitaine (Nouvelle Aquitaine),Villenave d’Ornon

Persona de contacto: Frederic Frappart

Email: [email protected]

Este beneficiário não dispõe de um sítio Web

5 - Asociación Forestal de Soria

Nombre del beneficiario: Asociación Forestal de Soria

Región: España,Castilla y León,Soria

Persona de contacto: Pedro Agustín Medrano Ceña

Email: [email protected]

Este beneficiário não dispõe de um sítio Web

6 - Université Toulouse III - Paul Sabatier, Observatoire Midi-Pyrénées, laboratoire Géosciences Environnement Toulouse, UMR 5563

Nombre del beneficiario: Université Toulouse III - Paul Sabatier, Observatoire Midi-Pyrénées, laboratoire Géosciences Environnement Toulouse, UMR 5563

Región: France,Midi-Pyrénées (Occitanie),Toulouse

Persona de contacto: José Darrozes

Email: [email protected]

Este beneficiário não dispõe de um sítio Web

7 - Junta de Comunidades de Castilla-La Mancha, Consejería de Desarrollo Sostenible, Dirección General de Medio Natural y Biodiversidad

Nombre del beneficiario: Junta de Comunidades de Castilla-La Mancha, Consejería de Desarrollo Sostenible, Dirección General de Medio Natural y Biodiversidad

Región: España,Castilla-La Mancha,Toledo

Persona de contacto: Alfredo Chavarria Samper

Email: [email protected]

Este beneficiário não dispõe de um sítio Web

8 - EDIA-Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, SA

Nombre del beneficiario: EDIA-Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, SA

Región: Portugal,Alentejo,Beja

Persona de contacto: Jose Ruivo

Email: [email protected]

Este beneficiário não dispõe de um sítio Web

9 - Xylofutur

Nombre del beneficiario: Xylofutur

Región: France,Aquitaine (Nouvelle Aquitaine),Gradignan

Persona de contacto: Berenice KIMPE

Email: [email protected]

Este beneficiário não dispõe de um sítio Web