Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

Ensaio de soluções-piloto de adaptação, prevenção e atenuação

Resumen

No âmbito do projeto An-Gel Sudoe, foram selecionadas 8 zonas-piloto: Lleida, Lot-et-Garonne, Bordéus, Dordogne (x2), Rioja Alavesa, Múrcia e Bragança. Em cada uma destas zonas, trabalharemos em colaboração com um grupo de produtores parceiros, quer utilizando explorações em condições reais de produção, quer envolvendo-os no acompanhamento técnico dos ensaios. As técnicas de prevenção, adaptação e mitigação a testar serão (atividades 2.1 e 2.2): - Pulverização de alta precisão (sobre a folhagem) (solução ativa). - Ventilação ativa (solução ativa). - Gestão da humidade do solo (solução semi-passiva, ligada à pulverização de alta precisão, mas aplicada estrategicamente de forma preventiva e não reativa). - Gestão da cobertura do solo - Sebes quebra-frio (solução passiva). - Drenagem convectiva do ar frio - Poda tardia da vinha para atrasar o aparecimento das geadas (solução destinada a minimizar os efeitos destrutivos das geadas). A solução final consistirá na utilização de uma destas técnicas ou na eventual combinação de várias delas, de modo a adaptar-se perfeitamente aos condicionalismos dos agricultores de uma determinada zona. Por exemplo, uma sebe quebra-frio pode ser utilizada para limitar o fluxo de ar frio para a parcela (solução passiva), combinada com o controlo da humidade do solo, influenciando o coberto vegetal ou por aspersão de alta precisão (sobre a folhagem) alguns dias antes da geada (solução semi-passiva) ou, se necessário, durante episódios de geada intensa (solução ativa), se existirem recursos hídricos disponíveis. É, portanto, considerada uma solução única, uma vez que foi concebida como uma "caixa de ferramentas" que permite a combinação de diferentes técnicas para oferecer soluções eficazes, em função do contexto específico das diferentes explorações que participam no projeto como sítios-piloto.

Descripción

No âmbito do projeto An-Gel Sudoe, foram selecionadas 8 zonas-piloto: Lleida, Lot-et-Garonne, Bordéus, Dordogne (x2), Rioja Alavesa, Múrcia e Bragança. Em cada uma destas zonas, trabalharemos em colaboração com um grupo de produtores parceiros, quer utilizando explorações em condições reais de produção, quer envolvendo-os no acompanhamento técnico dos ensaios. As técnicas de prevenção, adaptação e mitigação a testar serão (atividades 2.1 e 2.2): – Pulverização de alta precisão (sobre a folhagem) (solução ativa). – Ventilação ativa (solução ativa). – Gestão da humidade do solo (solução semi-passiva, ligada à pulverização de alta precisão, mas aplicada estrategicamente de forma preventiva e não reativa). – Gestão da cobertura do solo – Sebes quebra-frio (solução passiva). – Drenagem convectiva do ar frio – Poda tardia da vinha para atrasar o aparecimento das geadas (solução destinada a minimizar os efeitos destrutivos das geadas). A solução final consistirá na utilização de uma destas técnicas ou na eventual combinação de várias delas, de modo a adaptar-se perfeitamente aos condicionalismos dos agricultores de uma determinada zona. Por exemplo, uma sebe quebra-frio pode ser utilizada para limitar o fluxo de ar frio para a parcela (solução passiva), combinada com o controlo da humidade do solo, influenciando o coberto vegetal ou por aspersão de alta precisão (sobre a folhagem) alguns dias antes da geada (solução semi-passiva) ou, se necessário, durante episódios de geada intensa (solução ativa), se existirem recursos hídricos disponíveis. É, portanto, considerada uma solução única, uma vez que foi concebida como uma “caixa de ferramentas” que permite a combinação de diferentes técnicas para oferecer soluções eficazes, em função do contexto específico das diferentes explorações que participam no projeto como sítios-piloto.

Periodo: 2021-2027
Estado: Em curso
Convocatoria : 1ª convocatória
Proyecto: An-Gel Sudoe
Prioridad : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos