Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

Wikisudoe

1 Estratégia transnacional do projeto ThermEcoWat
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: ThermEcoWat
O projeto ThermEcoWat está empenhado numa estratégia transnacional (para informação, as 3 análises socioeconómicas inicialmente previstas para o projeto já são resultados). A estratégia seria única e adoptada pelas organizações, que teriam então alguma margem de manobra para a implementar (podemos pensar numa estratégia um pouco como uma diretiva europeia).
Aplicação de WSN em planos de ação municipais e autoproteção contra incêndios florestais
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: SenForFire
Este Plano de Ação visa promover a aplicação das WSN nos planos de ação municipais e de autoproteção contra incêndios florestais (PAMIF e PAIF) no Sudoe. Os municípios das áreas piloto de Espanha e Portugal irão desenvolver planos para aplicação das WSN no PAMIF e PAIF nos municípios. Para tal, irão contar com os seus próprios conhecimentos e experiência na aplicação de tecnologia noutras áreas (por exemplo, qualidade do ar), bem como nos conhecimentos e experiências proporcionados pelo Projecto (GT3 e R3.1). Os municípios irão estabelecer os objetivos específicos do plano, os serviços municipais que estarão envolvidos na sua implementação, a cadeia de comando e operações, bem como os protocolos de atuação. Irão determinar os recursos materiais e humanos, infra-estruturas, equipamentos e formação das equipas necessárias à integração das WSN. Irão também avaliar os custos e a identificação das fontes de financiamento. Os municípios apresentarão os planos à autoridade superior competente, que decidirá sobre os mesmos. Trata-se da Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF) de Portugal e da Direção Geral de Política Florestal das Comunidades Autónomas de Espanha. Administrações e organismos públicos irão pronunciar-se sobre a conveniência/necessidade de reforçar a prevenção e a deteção precoce nas políticas de defesa contra incêndios florestais no Sudoe. Irão avaliar as vantagens e benefícios da aplicação de redes de sensores sem fio na gestão de incêndios florestais. A JCYL DG Patrimônio Cultural será líder desta realização na qual irão participar todas as administrações e órgãos públicos participantes do Projeto.
Definição de políticas públicas que facilitem a replicação da experiência noutras áreas SUDOE
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde
Proyecto: REVITAL
Com o objetivo de promover a replicação da experiência noutras zonas rurais de Espanha, França e Portugal, será publicado um guia para a promoção de políticas públicas por parte das autoridades locais e regionais competentes, tentando promover uma parceria público-privada para que estes ecossistemas de cuidados clínicos e de neuro-reabilitação presencial e à distância se desenvolvam de forma sustentável noutras zonas rurais do território SUDOE. Na Atividade A3.5, este Guia será amplamente divulgado no território SUDOE dos três países participantes (Espanha, Portugal e França).
Definição de um Plano de Ação para a gestão de CaS no espaço Sudoe
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: Ultreia_Sudoe
O Plano de Ação basear-se-á na estratégia transnacional geral do CAS definida na ação A1.3 e servirá de modelo para que qualquer território Sudoe possa gerir eficazmente os Caminhos de Santiago sob a sua competência. Será definido o plano, especificando as linhas estratégicas com ações concretas e resultados esperados, seu cronograma, os responsáveis e serão estabelecidas as métricas e métodos de avaliação dos progressos, estabelecendo os indicadores a serem seguidos, metas e método de medição. Tudo será resumido no scorecard do Plano de Ação. Os domínios selecionados para o projeto-piloto previsto nas ações A3.2 e A3.3 são variados, com elementos comuns e realidades diferentes que proporcionarão dados de valor acrescido quando partilhados. Os resultados deste projeto-piloto serão utilizados para a melhoria e correção do Plano de Ação: dados reais dos métodos de seleção e recolha de informação sobre o abastecimento local e os principais intervenientes, desenvolvimento de polos locais, sistemas de monitorização e medição dos fluxos de peregrinos e o funcionamento das paragens no caminho. Serão integrados no Plano de Ação Comum para o espaço Sudoe, refletindo as diferentes realidades dos territórios.
Diretriz de design ecológico para facilitar a refabricação
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: REMAIN
Diretriz de ecodesign, descrevendo propostas e protocolos para o projeto e fabricação de bens, melhorando sua futura remanufaturabilidade. Este conjunto de diretrizes constituirá uma estratégia que as empresas poderão adotar, para melhorar a circularidade da sua produção, criando produtos mais sustentáveis. Também conterá um plano de ação, com etapas específicas sobre como adotar as propostas desta estratégia.
Elaboração de uma estratégia comum e de um plano de ação.
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde
Proyecto: STOP IATRO
O Grupo de Trabalho 1, ligado ao Objetivo Específico 1, convergirá para a elaboração de uma estratégia comum e de um plano de ação. Essas ações elaboradas em conjunto no âmbito da parceria permitirão alcançar os objetivos estabelecidos no projeto. Também proporcionarão uma visão a longo prazo para gerar uma mudança profunda nos territórios de intervenção, bem como além deles, por meio das ações de comunicação.
Estabelecimento de protocolos de cooperação entre as várias instituições.
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: RePo-SUDOE
O estabelecimento de protocolos de cooperação tem a função primordial de unir as diversas instituições em torno de um objetivo de investigação comum, garantindo uma direção unificada, abordagens e metodologias variadas e definindo as obrigações e procedimentos adotados para a gestão de projetos. Esta realização será uma semente que alimentará o futuro da investigação em drug repurpopsing no espaço SUDOE.
Estratégia comum e plano de ação para a gestão dos fosfatos desenvolvidos em conjunto
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: Phos4Cycle
A realização 1 do Phos4Cycle visa desenvolver uma estratégia comum e um plano de ação para a gestão dos fosfatos associados às actividades agrícolas e pecuárias nas zonas rurais que irá melhorar as práticas agrícolas através da aplicação de medidas preventivas para reduzir a translocação de formas de fósforo para o meio aquático, bem como medidas correctivas nas massas de água com presença de poluentes. O beneficiário nº 4 IPC coordenará o trabalho conjunto de todos os beneficiários. Além disso, a estratégia incluirá directrizes específicas para reduzir a poluição por fosfatos em diferentes sistemas de produção agropecuária. Cada beneficiário contribuirá para a definição de directrizes nos sistemas experimentados em cada piloto: produção leiteira (IPC-CALCOB), produção hortícola (IPC- CALCOB), produção de cereais em regadio (ITAGRA), produção de montado (FEDEHESA), produção de culturas lenhosas permanentes (DGAG_GR) e sistemas de produção avícola (ITAVI), tornando-os mais competitivos. Todos estes sistemas de produção são essenciais para a economia do território SUDOE. O Plano de Ação, desenvolvido conjuntamente pelos parceiros para facilitar a adoção da estratégia, será posteriormente adaptado por cada parceiro num roteiro para cada território (GT3).
Estratégia comum para a gestão e o controlo da qualidade das águas termais
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Estratégia conjunta para a gestão e controlo da qualidade das águas termais no território Interreg SUDOE com o objetivo de valorizar, preservar e otimizar este valioso recurso natural da região. A equipa do projeto, juntamente com os associados, desenvolverá esta estratégia e avaliará a viabilidade e a pertinência da criação de uma entidade multirregional dedicada à promoção da aplicação de elementos automáticos de controlo da qualidade das águas e do seu valor mineromedicinal, bem como à gestão dos sistemas de captação de dados, aos modelos de previsão e aos dados obtidos.
ESTRATÉGIA COMUM para a substituição de componentes com um impacto ambiental negativo
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: RESINSURF
ESTRATÉGIA COMUM para a substituição de componentes com impacto ambiental negativo por outros que impulsionem um crescimento inteligente e sustentável Adoção L1 da estratégia (CDI e TITANIA) que incorpora processos eco-sustentáveis para tratamentos homogéneos de superfície na Nova Aquitânia e Andaluzia Adoção L2 da estratégia (CDI e TITANIA) que incorpora processos eco-sustentáveis para tratamentos homogéneos de superfície na Nova Aquitânia e Andaluzia Adoção L2 da estratégia (CDI e TITANIA) que incorpora processos eco-sustentáveis para tratamentos homogéneos de superfície na Nova Aquitânia e Andaluzia estratégia (UA, UPPA, INEOSURF, CIDETEC e AIAS) incorporando conteúdos homogéneos no Centro de Portugal, Aquitânia, Occitânia e Espanha.
Estratégia de desenvolvimento do agroturismo
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: AgroTour SUDOE
A estratégia para o desenvolvimento do agroturismo no espaço Sudoe inclui as conclusões estratégicas das diferentes experiências piloto previstas no AgroTour, assim como a integração e sistematização dos conteúdos produzidos pelo sistema de conhecimento, iniciado anteriormente. Como descrito na atividade 3.2., o seu desenvolvimento seguirá uma abordagem participativa através do envolvimento das entidades públicas e privadas que colaboraram com o projeto desde o início e que estão integradas nos diferentes Fóruns Consultivos. Este envolvimento será conseguido através da recolha de testemunhos escritos e orais, bem como da realização de diferentes grupos temáticos. Assegurará igualmente a coerência com as estratégias atualmente em vigor nos territórios que participam no AgroTour. A estratégia desenvolverá a sua proposta de intervenção transnacional de acordo com os seguintes princípios -Desenvolvimento social, económico e ambientalmente sustentável do sector do agroturismo. -Exploração do potencial do sector como motor do desenvolvimento social e económico das zonas rurais do Sul de França, bem como da luta contra o despovoamento, o envelhecimento e a ausência de mudança geracional no sector agrícola. -Reforçar as interações entre o meio urbano e o meio rural e contribuir para o reequilíbrio dos dois contextos. -Valorizar o património agroalimentar e vitivinícola do Sudoe e associá-lo ao capital ambiental e cultural. -Melhorar a rentabilidade das explorações agrícolas através da diversificação dos rendimentos e da oferta de serviços de valor acrescentado. -Incorporação de ferramentas digitais para melhorar a competitividade e redesenhar os produtos agro-turísticos. -Implementação de estruturas dinâmicas de colaboração público-privada.
Estratégia de ordenamento territorial da GSRH e prevenção da escassez de água
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: TARGET
A Estratégia TARGET estabelecerá um método desenvolvido em conjunto e aplicável no espaço SUDOE para: - Um objetivo a atingir: o estabelecimento de planos de ação para a gestão sustentável dos recursos hídricos (GSRH) e a prevenção de situações de crise ligadas à escassez de água através da integração de soluções de utilização de recursos de água não convencionais (RANC) - Duas escalas de aplicação: possível aplicação na escala hidrográfica, da bacia hidrográfica, para identificar e compreender as questões estudando a oportunidade da RANC, e a escala de competência (água-saneamento, desenvolvimento, etc.), local, permitindo a otimização da RANC - Três princípios a ter em conta: melhorar a frugalidade no uso da água para todas as partes interessadas; valorização de águas não convencionais (águas residuais tratadas, águas pluviais, águas cinzentas, dessalinização, etc.); e o estabelecimento dos meios necessários através da inovação técnica, económica e social - Quatro pilares a serem implementados: Consulta – Inventário (questões atuais) – Previsões climáticas e socioeconómicas (questões futuras) – Desenvolvimento de um plano de ação (ações/soluções para responder às questões) Este método, como uma caixa de ferramentas para o GSRH, pode ser implementado de forma diferente dependendo da escala territorial (local ou bacia hidrográfica) e do progresso da RANC (oportunidade, viabilidade, melhoria, etc.). Proporá soluções que terão sido testadas graças a ações piloto (GT1) e ações demonstrativas (GT2). Após análise das condições de transferência e replicabilidade (GT3), a Estratégia TARGET será adaptada de forma a ser aplicável em todo o espaço SUDOE, tendo em conta os diferentes níveis territoriais. Será adotado por pelo menos 2 parceiros do projeto (GRANOLLERS - Espanha e EPIDOR - França) e a dois níveis territoriais (local e bacia hidrográfica).
Estratégia de valorização do património das paisagens culturais do maciço do Sudoe.
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: Cultur-Monts
Estratégia desenvolvida conjuntamente pelo consórcio CULTURMONTS para a valorização do património material e imaterial ligado às paisagens culturais de montanha e à promoção de espaços formais de transferência de conhecimento intersectorial. A estratégia reúne e estrutura as propostas metodológicas derivadas dos diferentes pilotos e articula uma proposta de síntese e implementação (plano de ação) na qual se explica a necessária interligação entre os GTs para conseguir uma valorização integral do património e a sua utilização como base para processos de inovação social e desenvolvimento territorial. A estratégia fornecerá exemplos práticos de aplicação e desenvolvimento para orientar as autoridades públicas e as organizações que a queiram adaptar nos seus territórios.
Estratégia dos Laboratórios de Transição Rural
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: RURAL TRANSITION LABS
Será desenvolvida uma estratégia conjunta para a estruturação e o desenvolvimento dos Laboratórios de Transição Rural, com base numa visão partilhada do futuro dos territórios rurais do SUDOE. Esta estratégia integrará a dimensão participativa dos Laboratórios Rurais de Transição e a atenção dada aos recursos endógenos e às abordagens baseadas nos ecossistemas. Para a sua implementação, cada território piloto irá co-construir um plano de ação que descreve as etapas, as prioridades e o alcance do Laboratório.
Estratégia e plano de ação para a aplicação da IV em vinhas de elevado valor ecológico.
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: ECOSPHEREWINES
Será elaborada uma estratégia e um plano de ação para a aplicação da IV nas vinhas de elevado valor ecológico do território SUDOE. Esta estratégia servirá de guia para o sector vitivinícola e para as autoridades interessadas em melhorar o SE nas vinhas, e tornar-se-á um modelo inspirador para outras regiões. Os principais passos na elaboração da estratégia incluem: 1. Estudo de estratégias europeias e regionais: As estratégias a nível europeu e dos países do consórcio serão examinadas a fim de identificar práticas bem sucedidas. 2. Lições aprendidas: As lições aprendidas durante o projeto serão incorporadas na estratégia. 3. Objetivos estratégicos: Serão definidos objetivos que visem a proteção dos ecossistemas, a promoção dos SE e o bem-estar social. 4. Linhas estratégicas: Serão estabelecidas diretrizes estratégicas para a execução do IV. O plano de ação incluirá: - Ações: Detalhes de ações concretas, pilotos e programação das IVs. - Calendário: Prazos para a execução de cada ação. - Responsabilidades: Atribuição de papéis aos atores envolvidos. - Recursos: Identificação dos recursos humanos, financeiros e técnicos necessários. Além disso, serão realizadas atividades específicas de divulgação, tais como a criação de uma brochura, um vídeo informativo, microvídeos com testemunhos locais, um evento final, dias em denominações de vinho, contratos com meios de comunicação especializados e eventos na zona transfronteiriça de Arribas e Alto Douro para partilhar os resultados e benefícios da abordagem da estratégia. Em suma, a estratégia e o plano de ação visam promover a sustentabilidade e a qualidade das vinhas do SUDOE através da IV, aproveitando os conhecimentos anteriores e partilhando as lições aprendidas com o setor e as autoridades locais.
Estratégia e plano de ação para a implementação de LL orientados para a água -SBN e reutilização
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: SOLLAGUA
Será desenvolvida uma estratégia para implementar Living Labs centrados na água para SBN e reutilização (NB- WoLL). Descreverá o método geral e a estrutura de implementação do NB- WoLL com base numa abordagem de "Hélice Quádrupla" (ENoLL) para desenvolver soluções inovadoras através de um modelo de co-criação colaborativa que envolve todas as partes interessadas na cadeia de valor da reutilização da água. A estratégia apresentará uma abordagem adaptada em que as soluções serão definidas em função da procura. Será criado um plano de ação para implementar a estratégia NB-WoLL, com base na experiência dos 3 locais de demonstração
ESTRATÉGIA E PLANO DE ACÇÃO PARA APOIAR A APLICAÇÃO DOS PLANOS DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: BIO4RES
A estratégia visa chegar a acordo sobre os objetivos a longo prazo e as linhas de ação partilhadas pelo consórcio, que serão integradas para melhorar a prevenção e a gestão dos riscos de incêndio nas florestas do espaço SUDOE, consolidando a viabilidade dos planos de prevenção através da valorização da biomassa extraída e ajudando a aumentar a resiliência das florestas sem comprometer os seus serviços ecossistémicos, económicos e sociais. Esta estratégia será definida em torno de quatro eixos: 1. Planeamento da prevenção de incêndios integrando a preservação da biodiversidade florestal; 2. Inovação nos métodos de valorização da biomassa florestal; 3. Gestão florestal, centros de logística e consumo local de biomassa; 4. Formação dos agentes e do pessoal qualificados em gestão florestal sustentável. A estratégia incluirá: - Relatório de progresso (A1.1) e contextualização de desafios territoriais - Objetivos definidos para responder aos desafios - Linhas de intervenção prioritárias para a realização dos objetivos - Soluções desenvolvidas e testadas no GT 2 e boas práticas identificadas - Planos de ação territoriais para a adoção da estratégia. A estratégia visa entidades do consórcio e outros atores locais dentro e fora do território SUDOE para adotar as linhas de intervenção e soluções desenvolvidas no BIO4RES com o objetivo de valorizar a biomassa florestal proveniente dos trabalhos de prevenção e o seu impacto positivo no ambiente local, gerar energia renovável, criar emprego nas zonas rurais (A 1.3).
Estratégia inovadora para a prevenção dos incêndios florestais no território SUDOE
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: USE4FOREST
Desenho e adoção, a nível das autoridades locais, regionais e nacionais, de uma estratégia inovadora para a prevenção dos incêndios florestais no território SUDOE, incluindo um relatório sobre o desenvolvimento e implementação das ações piloto anteriores (comparação de resultados, plano de sustentabilidade e avaliação do potencial de transferibilidade ao restante território SUDOE) – beneficiários do âmbito académico; e o desenho da própria estratégia – administrações públicas.
Estratégia para aumentar o uso de água regenerada na agricultura
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: I-ReWater
Consistirá num documento integrador que incluirá governantes a vários níveis (local, regional, nacional e europeu). A estratégia visa a melhoria da eficiência no uso da água, bem como a gestão sustentável dos recursos hídricos, considerando as águas regeneradas como um recurso hídrico alternativo que deve ser estudado e mobilizado para uma gestão eficiente e integradora no espaço SUDOE, focada na sua utilização na rega das culturas. O desenvolvimento de uma Estratégia conjunta e transnacional será obtido a partir de uma visão integradora (modelagem de recursos hídricos, análise do ciclo de vida e análise socioeconómica) com a qual se consegue um grande sucesso na gestão da água e, portanto, reduzindo o impacto das culturas nos recursos hídricos, libertando pressão sobre o sistema de água potável em termos globais no espaço SUDOE.
Estratégia para melhorar a eficiência e a qualidade da água nas zonas rurais SUDOE
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: GestEAUr
A estratégia fornecerá um roteiro para melhorar a gestão da água e aumentar a resiliência nas zonas rurais SUDOE num contexto de alterações climáticas e basear-se em todas as experiências do GestEAUr. Será apoiado pelas soluções identificadas no GT1, pelos resultados dos pilotos GT2 e pelas simulações da ferramenta SID_AQUARURAL (GT3).
Estratégia para o desenvolvimento socioeconómico inovador e sustentável das zonas rurais do SUDOE
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: HITTS
Estratégia comum para o desenvolvimento socioeconómico inovador e sustentável das zonas rurais na zona SUDOE, com base no seu património cultural e natural: Conceção conjunta da estratégia — modelo de desenvolvimento socioeconómico rural baseado no património cultural e natural do espaço SUDOE. O objetivo é gerar atratividade territorial, contribuindo para fixar população e atrair o turismo sustentável (interessada em aspetos ecológicos, culturais, artísticos e sociais) graças à preservação, reutilização e valorização do património. A estratégia incluirá os diferentes elementos necessários para alcançar o desenvolvimento socioeconómico dos territórios rurais com base no seu património (formação de agentes locais, utilização readaptiva do património, criação de atividades artístico-culturais, parcerias público-privadas, bem como construção de redes). O PP4 elaborará a estratégia com contributos de todos os parceiros e tendo em conta os resultados das atividades do GT2. No GT 3, consideramos testar diferentes elementos da Estratégia. Para o efeito, haverá uma quota-parte comum de todos os parceiros, incluindo o desenvolvimento de um sistema de governação participativa (A3.1); conceção de um plano de ação que traduza a estratégia em medidas concretas (A3.2) e formação dos intervenientes locais (A3.3). Juntamente com esta parte comum, será desenvolvido um projeto-piloto temático por país que testará um ou mais elementos da estratégia, em função das necessidades de cada território. A estratégia será adotada por todos os parceiros do projeto (exceto o PP4) no primeiro trimestre de 2026.
Estratégia para os decisores que desejam manter as soluções testadas
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: FLoRE
Uma estratégia de médio/longo prazo (3 a 8 anos) será elaborada em conjunto com base na partilha dos resultados dos nossos trabalhos de dinamizaçãode grupos de múltiplos atores à escala transnacional. O seu principal objetivo será orientar os profissionais (paisagistas, gabinetes de design, compradores públicos e privados, cientistas, associações de desenvolvimento local, gestores de espaços) e os decisores (eleitos, diretores de empresas, etc.) para os meios de ação à sua disposição para apoiar a sustentabilidade das soluções técnicas testadas durante o projeto (colheita, plantação e monitorização de sementes herbáceas autóctones de origem local. Esta estratégia definirá objetivos realistas (tendo em conta os constrangimentos destes intervenientes) mas suficientemente ambiciosos para apoiar o desenvolvimento das soluções propostas. Ela poderá ser dividida em vários planos de ação, adaptados a cada tipo de público envolvido e ao respetivo âmbito de competências. Identificaremos uma série de alavancas económicas e políticas públicas que poderão apoiar esta estratégia. Para facilitar a sua execução, a estratégia será acompanhada de uma série de recursos disponíveis de livre acesso: módulos de formação para os agentes no terreno e decisores, conteúdos de sensibilização, uma carta de compromisso, feedback de grupos de múltiplos atores, etc.
Estratégia SMART GREEN WATER (SGW)
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: SMART GREEN WATER
A estratégia SMART GREEN WATER (SGW), trata-se de uma estratégia transnacional para o desenvolvimento e colocação à disposição de soluções para responder às necessidades de uma agricultura duradoura e digitalizada para a implementação das Estratégias de Especialização Inteligentes (S3)7, no espaço SUDOE. A estratégia SGW proporá um método, elaborado conjuntamente, para implementar o aumento das competências digitais de gestão da água agrícola nas Regiões do projeto e adaptável a outras regiões do SUDOE. Definirá os objetivos e os indicadores a alcançar, bem como as alavancas das ações necessárias em cada uma das regiões. A estratégia será concebida de forma a complementar os objetivos das S3 existentes e das futuras S3 para o período 2027-2034. Testada por meio de ações-piloto e de projetos demonstrativos, a estratégia SGW proporá as soluções para uma melhor orientação dos agricultores para ferramentas adaptadas às suas necessidades (1.3), formação nestas ferramentas (2.1), a consolidação transnacional de ferramentas digitais para a gestão da irrigação, através da experimentação em diversas Regiões (2.2). A estratégia SGW proporá igualmente soluções para estabelecer o contacto com as empresas tecnológicas e com os agricultores, de forma a dinamizar a oferta e a procura, e adequar as necessidades às soluções. A Estratégia SGW assumirá a forma de um plano de ação para a digitalização da utilização da água pelos agricultores da Catalunha, que servirá de referência para as outras regiões do território SUDOE. Este plano de ação, elaborado em conjunto, enumerará os meios necessários para atingir os diferentes objetivos: agentes, ferramentas, financiamentos, ligações com outras políticas sectoriais (água, agricultura, etc.). Será elaborado e implementado um plano de divulgação para promover a adoção da estratégia SGW pelas autoridades competentes nas regiões do projeto e a sua aplicação a curto e médio prazo.
Estratégia transnacional ALERT-PFAS
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: ALERT-PFAS
Plano de ação transnacional para a deteção, monitorização em tempo-real e prevenção da poluição por PFAS, que será implementado, para validação, no âmbito do projeto.
Estratégia transnacional comum para os CaS como base para o desenvolvimento do Plano de Ação Local
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: Ultreia_Sudoe
Definição conjunta de uma estratégia transnacional do CaS a aplicar na área do Sudoe para conservar os valores essenciais das estradas, promover os recursos naturais e culturais tangíveis e imateriais, a produção artesanal e aumentar a durabilidade do destino autêntico e integral que garante o desenvolvimento inclusivo, digital e sustentável dos Caminhos de Santiago como destino turístico interior do espaço Sudoe. A estratégia será levada a cabo através de um processo colaborativo entre parceiros e intervenientes territoriais para a análise das necessidades, riscos e oportunidades associados ao CaS, com o objetivo de definir linhas de ação comuns para o desenvolvimento socioeconómico do território, que serão testadas no projeto-piloto. Esta estratégia comum será permanentemente monitorizada após o lançamento das 5 zonas-piloto e servirá de base para a definição de um plano de ação local que integrará todas as informações finais dos diferentes territórios.
Estrategia transnacional holística
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: FASHION FORWARD
Estratégia transnacional holística para a transformação industrial têxtil/moda rumo a um modelo circular consensual que responda aos requisitos da UE para cada um dos grupos-alvo e agentes da cadeia de valor.
Estratégia Transnacional para Aumentar a Resiliência Climática das florestas
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: SocialForest
Estratégia para adaptar e mitigar as massas florestais à escassez de recursos hídricos, à perda de biodiversidade, às pragas e aos incêndios, ao mesmo tempo que ajuda a travar o abandono das zonas rurais no território SUDOE
Estratégia transnacional para o conhecimento e a conservação dos recursos genéticos florestais
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: COOPTREE
Com o objetivo de proteger o património florestal e reforçar a resiliência das florestas do sudoeste da Europa, a COOPTREE propõe-se desenvolver uma estratégia transnacional para a conservação dos recursos genéticos florestais no SUDOE. Este documento, que estabelece objetivos comuns a atingir e uma visão a longo prazo, pretende ser um ponto de convergência das abordagens das diferentes regiões em matéria de conservação e adaptação das florestas do SUDOE. Com base nas realizações do projeto, tanto em termos do conhecimento que terá sido centralizado como do conhecimento que terá sido gerado no âmbito do COOPTREE, esta estratégia transnacional visa lançar as bases de uma rede de competências que perdure no tempo, identificar as alavancas de ação relevantes e as lacunas de conhecimento e servir de base aos territórios-alvo e às partes interessadas, quer como estratégia diretamente adoptada, quer para alimentar as suas próprias estratégias de conservação e adaptação das florestas. Sem prejuízo dos elementos que venham a surgir no decurso do projeto, a estratégia desenvolvida conjuntamente pelos parceiros poderia ser composta por três partes: - Uma secção florestal contextual e as bases estratégicas em curso nas regiões participantes - Uma secção sobre os conhecimentos mobilizados, que resulta da capitalização dos conhecimentos já disponíveis e dos conhecimentos gerados pelo projeto (at. 1.1, 1.2 e 1.3). - Uma secção que contém as orientações estratégicas e as suas variantes operacionais, que especificará as orientações a seguir para conservar os recursos florestais (ou seja, conhecimento dos recursos genéticos, conservação, diversificação, enriquecimento, desbaste, substituição de espécies, etc.) Os resultados do GT1 contribuirão para este trabalho, tal como os resultados do GT2 (ações-piloto) podem ilustrar certas aplicações operacionais das orientações estratégicas produzidas.
Estratégias transfronteiriças
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: NEWPOWER
Será desenvolvida uma Estratégia para a Aplicação e Comercialização de Subprodutos da Biomassa Residual e uma Estratégia para o Desenvolvimento de Processos de Biorrefinaria Transfronteiriços, que contribuirão para o indicador de desempenho RCO83. Estas estratégias serão fundamentais para o êxito da transferência de produtos da biomassa residual para outros sectores económicos no âmbito do espaço de cooperação Sudoe e para a replicação de processos transfronteiriços por outras organizações. No que diz respeito à primeira estratégia, esta centra-se na identificação e promoção da utilização dos subprodutos da biomassa residual mais viáveis em diferentes sectores económicos da zona Sudoe. Para isso, serão recolhidas as lições aprendidas e as boas práticas derivadas de acções-piloto e actividades anteriores do projeto. Esta estratégia estabelecerá também as acções em curso e definirá os sectores económicos com maior potencial de replicabilidade. No âmbito da implementação desta estratégia, será prestada orientação e aconselhamento às entidades que pretendam comercializar e aplicar os produtos testados e será promovida a adoção de medidas públicas no domínio da redução de resíduos de biomassa agrícola e florestal. A segunda estratégia destacará os processos de biorrefinaria que provaram ser eficazes e eficientes na conversão de biomassa residual e que podem ser replicados por outras organizações na área de cooperação. Serão identificados fornecedores de matérias-primas e empresas comerciais nas cadeias de valor dos sectores seleccionados, a fim de fomentar novas colaborações transnacionais que promovam a economia circular em diferentes indústrias. Para a implementação desta estratégia, será organizado o programa de correspondência transfronteiriça e serão apresentadas propostas políticas para a cooperação transfronteiriça entre autoridades públicas.
Formação em “Redes de sensores sem fio para gestão de riscos ambientais”
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: SenForFire
Este Plano de Ação visa transmitir os conhecimentos, tecnologias, desenvolvimentos e resultados do Projeto aos atuais e futuros profissionais do Sudoe. Será promovido um curso de pós-graduação transnacional e interuniversitário (doravante Curso) com o objetivo de formar profissionais com perfil altamente multidisciplinar em diversas tecnologias essenciais de WSN como Ciência e Tecnologia de Sensores, Dispositivos e Sistemas Inteligentes, Tecnologias Sem Fio, Tecnologias de Microgeração de Energia , Ciência e Tecnologia de Dados, Tecnologias na Nuvem, Inteligência Artificial e outros. O Curso irá mostrar como integrar estas tecnologias nas WSN e como adaptar as WSN aos contextos locais para que a sua implementação, operação e manutenção sejam economicamente viáveis e sustentáveis ao longo do tempo. Serão também mostrados exemplos de aplicações de WSN na gestão de riscos ambientais em áreas rurais. O formato do Curso será um CURSO ONLINE MASSIVO e ABERTO (MOOC), no qual o consórcio possui experiência anterior; por exemplo, o MOOC sobre “Sensores de baixo custo para monitoramento da qualidade do ar” do projeto NanoSen-AQM (Interreg V-B Sudoe). Serão realizadas duas edições do MOOC nos anos 2 e 3 do Projeto e a versão final será entregue no mês 34. A Universidade de Coimbra (FCTUC/DEI) será líder do Plano de Ação do qual irão participar as universidades beneficiárias (B6, B8 e B9) e universidades associadas (A4) do Projeto. Os centros de I+D (B1, B2, B3, B11 e B12) irão colaborar no desenvolvimento do Plano de Ação e irão lecionar no Curso. O CSIC e o CNRS têm uma ampla presença territorial em ES e FR, partilham centros e unidades conjuntas associadas a universidades nacionais e mantêm colaborações com universidades de outros países. Isto permitir-nos-á alargar o número de universidades participantes e alargar o âmbito do Curso a outras regiões do Sudoe, bem como a outros países da UE.
Livro Branco para a melhoria das políticas públicas de prevenção e gestão dos riscos de geada
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: An-Gel Sudoe
Este documento, que será elaborado conjuntamente tendo em conta os resultados dos ensaios-piloto em cada território, conterá uma série de recomendações a incorporar nas políticas públicas de gestão dos danos causados por fenómenos climáticos negativos na agricultura. Basicamente, promoverá a transição de uma abordagem baseada na reparação económica dos danos para uma abordagem que considera a antecipação e a prevenção como elementos centrais. Incluirá também uma análise rigorosa do papel dos seguros agrícolas na proteção contra o risco de geada, apresentando propostas de sinergias entre seguradoras e tomadores de seguros que reduzam os encargos financeiros de ambos e conduzam a uma partilha equilibrada de responsabilidades e reavaliação do risco com base nas medidas de prevenção e atenuação existentes.
Maior capacidade de liderar estratégias de transição
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: RURAL TRANSITION LABS
Aumento da capacidade das organizações parceiras, em particular das autoridades públicas locais, na condução da mudança sistémica.
Melhorar o modelo de cuidados de saúde para o doente idoso
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde
Proyecto: PreDisc
Esta estratégia, que engloba os GT1 e GT2, tem como objetivo melhorar o modelo de cuidados para os pacientes idosos, tanto no hospital como na transição para os cuidados primários, através da implementação de um programa de formação individualizado e da promoção de hábitos saudáveis; através do desenvolvimento de uma ferramenta de eHealth, será incentivada a promoção de hábitos para um envelhecimento saudável e ativo, facilitando também a comunicação entre o pessoal médico e o paciente/família. GT1: a estratégia incluirá o desenvolvimento conjunto do novo modelo de cuidados hospitalares para prevenir o aparecimento de incapacidades geradas durante o período de hospitalização e melhorar a qualidade de vida do paciente, optimizando os recursos. Este novo modelo incluirá os pontos-chave a ter em conta em cada hospital para aumentar o seu impacto: maior eficiência na atribuição de recursos de cuidados de saúde, melhoria da qualidade de vida das pessoas idosas hospitalizadas, bem como das famílias, reduzindo a sua dependência dos cuidadores. GT2: a estratégia incluirá o desenvolvimento conjunto do novo modelo de cuidados para os doentes em transição para os cuidados primários ou para a consulta (sem hospitalização prévia), a fim de evitar o aparecimento de incapacidades como consequência da hospitalização ou geradas pelo próprio envelhecimento. Este novo modelo incluirá os pontos-chave a ter em conta em cada região e em cada sistema de saúde, a fim de aumentar o impacto social e económico tanto dos sistemas de saúde como dos pacientes. Assim, através da estratégia e do seu plano de ação, será promovida a igualdade de acesso à intervenção clínica com resultados comprovados, reduzindo as diferenças nos cuidados hospitalares entre os diferentes territórios e reduzindo os recursos relacionados com a saúde.
Metodologia para a identificação de problemas industriais/territoriais para a emergência de soluções
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: SCAIRA
A metodologia será construída com os clusters e incubadoras do projeto SCAIRA e será validada pelas autoridades públicas. A metodologia será detalhada nas seguintes etapas: o mapeamento dos ecossistemas locais, a criação da base de dados, a organização de auditorias e análises externas, a organização de workshops locais, a descrição do método de Design Thinking e do questionário utilizado, a organização da sessão final, bem como a integração do feedback dos colaboradores e das autoridades públicas em termos da metodologia e da relevância dos desafios identificados. Em segundo lugar, a metodologia para a emergência de soluções também será realizada com as incubadoras e o CTA. Esta metodologia retomará os conceitos do Desafio de Inovação Sustentável "Convergência" desenvolvido pelo IMT Albi e otimizá-lo-á para responder aos objetivos transnacionais do SCAIRA. Esta metodologia será testada durante o GT1 pelas 5 incubadoras dos sectores aeronáutico e automóvel. Foi definido um objetivo de 6 desafios industriais e territoriais a identificar utilizando a metodologia desenvolvida, bem como a realização de 2 eventos de emergência, um em 2024 e outro em 2025. Estes 2 eventos serão Hackathons organizados de forma híbrida com um evento organizado presencialmente numa das incubadoras espanholas, portuguesas e francesas. Na prática, serão organizados 3 eventos na mesma data em 2024 nas instalações do HIESE (Portugal), CEEIM (Espanha) e IMT Albi (França) com apresentações ao vivo e agenda comum. Para 2025, será organizado nas instalações do HIESE (Portugal), FUNDECYT (Espanha) e CARO (França).
Plano de ação para a criação de parcerias público-privadas sustentáveis
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: AgroTour SUDOE
O plano de ação para a construção de parcerias público-privadas sustentáveis incluirá a operacionalização do conteúdo da estratégia para o desenvolvimento do agroturismo no espaço Sudoe. Em particular, será definida coletivamente uma série de modelos de parcerias público-privadas, incluindo a dimensão transnacional, que dará continuidade aos modelos testados à escala piloto durante o GT2. Isto basear-se-á numa identificação dos modelos e das fontes de apoio que servirão para identificar os recursos (metodológicos, financeiros, materiais ou de colaboração) que podem potencialmente ser utilizados para dar continuidade às ações testadas à escala piloto. Nesta base, cada parceiro trabalhará então com os principais atores públicos e privados do sector no seu território para integrar os resultados do projeto nos programas ou estruturas existentes ou, eventualmente, na criação de novos modelos. Nos domínios temáticos em que tal seja eficaz, será aberta a possibilidade de criar parcerias público-privadas transnacionais. O plano de ação resultante destas ações conterá diferentes modelos de assimilação de resultados através da colaboração público-privada, que servirão de exemplo ou referência para outros territórios interessados em replicar as ações do projeto AgroTour.
Plano de ação para a execução técnica
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: An-Gel Sudoe
Como resultado da implementação das soluções inovadoras à escala piloto, sob a coordenação da ACMG, será elaborado um relatório técnico de implementação que incluirá os dados obtidos durante o processo. O documento, de carácter eminentemente operacional, servirá de guia detalhado para a aplicação das soluções testadas à escala piloto pelo tecido produtivo agrícola. Desempenhará igualmente um papel fundamental na transferência dos resultados para o conjunto do território Sudoe. Espera-se, portanto, que este projeto contribua de forma significativa e duradoura para a resolução do problema da geada de primavera na região do Sudoe.
Plano de ação para a implementação de soluções florestais integradas em zonas interiores
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: SocialForest
Plano de ação para a implementação de soluções florestais integradas nas áreas interiores do espaço SUDOE. Occitania (França) e Castela-Mancha (Espanha)
Plano estratégico de medidas de prevenção
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: ALERT-PFAS
Planos estratégicos de medidas de prevenção, incluindo manuais de boas práticas, dirigidos a administrações públicas e outras entidades alvo (entidades gestoras de parques naturais, gestoras de águas, organizações de extinção de incêndios, proteção civil, etc.)
Plano estratégico de transferência
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: SHAREDH2 - SUDOE
O desenvolvimento de uma estratégia transnacional conjunta destinada a impulsionar o desenvolvimento local através da produção, armazenamento e utilização de hidrogénio verde como vetor energético integrado em comunidades energéticas locais contribui para o Indicador de Desempenho do Programa RC083. O plano estratégico basear-se-á nos resultados e aprendizagens dos estudos preparatórios do WG1 e na implementação da plataforma preditiva e dos modelos de integração do hidrogénio. Nesse sentido, procura oferecer soluções individualizadas às comunidades.energia, com especial incidência nas zonas rurais, com base numa análise prévia do contexto e dos desafios do espaço Sudoe. Além disso, a experimentação de ações piloto permitirá estabelecer ações estratégicas para a sua replicabilidade noutras regiões e nas comunidades energéticas previamente identificadas. O plano estratégico será difundido entre as empresas do sector, clusters, centros educativos e de I&D, associações e, especialmente, entre as autoridades competentes, agências de energia e CEL com potencial de transferência.
Plano Estratégico e de Sustentabilidade da Comunidade do Conhecimento HENKO
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde
Proyecto: HENKO NET
Formalização de uma estratégia conjunta (A1.4) para conseguir assistência integral abrangente, contínuo e expansível em CP, utilizando tecnologias digitais inovadoras, para melhorar a qualidade dos cuidados prestados aos pacientes em casa e o seu bem-estar (1 estratégia conjunta adotada pelos 9 beneficiários)
Planos de ação
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: GestEAUr
Serão elaborados em conjunto cinco planos de ação, um para cada domínio de ação. Os planos de a ação traduzirá a estratégia desenvolvida em conjunto em ações concretas. Devem descrever pormenorizadamente as ações necessárias para alcançar os objetivos prosseguidos pelo projeto e a estratégia a longo prazo, indicando o calendário, as ações, as responsabilidades, as tarefas dos parceiros e os meios. Os planos de ação devem ser elaborados conjuntamente pelos parceiros e concluídos antes do final do projeto. Devem ser adotadas para execução por, pelo menos, uma organização de cada país participante no prazo de um ano a contar da sua conclusão.
Planos de ação locais
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: FASHION FORWARD
A estratégia transnacional será apoiada por 3 planos de ação locais (um por país) para garantir a correta implementação da estratégia em cada um dos territórios, atribuindo funções e liderança, programando e orçamentando atividades, identificando grupos-alvo, etc.
Rede de cooperação
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: ROBOTA-SUDOE
Criação de uma rede de especialistas científicos e técnicos, entre universidades e centros tecnológicos, com uma estratégia e plano de ação comum, focada na partilha de conhecimento e na transferência de tecnologia para o tecido empresarial, para promover o desenvolvimento e a adaptação de soluções de robótica colaborativa impulsionadas por IA, pelas PME dos sectores tradicionais e artesanais no espaço SUDOE.
Roteiro para a execução da Estratégia Conjunta (Plano de Ação)
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo: OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde
Proyecto: HENKO NET
Plano de ação formalizado e desenvolvido em conjunto (A2.1) para implementar a estratégia de aumento da capacidade das organizações de CP e dos ecossistemas de inovação e cuidados. (1 plano elaborado pelos 9 beneficiários)