Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

Estratégia de ordenamento territorial da GSRH e prevenção da escassez de água

Resumen

A Estratégia TARGET estabelecerá um método desenvolvido em conjunto e aplicável no espaço SUDOE para: - Um objetivo a atingir: o estabelecimento de planos de ação para a gestão sustentável dos recursos hídricos (GSRH) e a prevenção de situações de crise ligadas à escassez de água através da integração de soluções de utilização de recursos de água não convencionais (RANC) - Duas escalas de aplicação: possível aplicação na escala hidrográfica, da bacia hidrográfica, para identificar e compreender as questões estudando a oportunidade da RANC, e a escala de competência (água-saneamento, desenvolvimento, etc.), local, permitindo a otimização da RANC - Três princípios a ter em conta: melhorar a frugalidade no uso da água para todas as partes interessadas; valorização de águas não convencionais (águas residuais tratadas, águas pluviais, águas cinzentas, dessalinização, etc.); e o estabelecimento dos meios necessários através da inovação técnica, económica e social - Quatro pilares a serem implementados: Consulta – Inventário (questões atuais) – Previsões climáticas e socioeconómicas (questões futuras) – Desenvolvimento de um plano de ação (ações/soluções para responder às questões) Este método, como uma caixa de ferramentas para o GSRH, pode ser implementado de forma diferente dependendo da escala territorial (local ou bacia hidrográfica) e do progresso da RANC (oportunidade, viabilidade, melhoria, etc.). Proporá soluções que terão sido testadas graças a ações piloto (GT1) e ações demonstrativas (GT2). Após análise das condições de transferência e replicabilidade (GT3), a Estratégia TARGET será adaptada de forma a ser aplicável em todo o espaço SUDOE, tendo em conta os diferentes níveis territoriais. Será adotado por pelo menos 2 parceiros do projeto (GRANOLLERS - Espanha e EPIDOR - França) e a dois níveis territoriais (local e bacia hidrográfica).

Descripción

A Estratégia TARGET estabelecerá um método desenvolvido em conjunto e aplicável no espaço SUDOE para: – Um objetivo a atingir: o estabelecimento de planos de ação para a gestão sustentável dos recursos hídricos (GSRH) e a prevenção de situações de crise ligadas à escassez de água através da integração de soluções de utilização de recursos de água não convencionais (RANC) – Duas escalas de aplicação: possível aplicação na escala hidrográfica, da bacia hidrográfica, para identificar e compreender as questões estudando a oportunidade da RANC, e a escala de competência (água-saneamento, desenvolvimento, etc.), local, permitindo a otimização da RANC – Três princípios a ter em conta: melhorar a frugalidade no uso da água para todas as partes interessadas; valorização de águas não convencionais (águas residuais tratadas, águas pluviais, águas cinzentas, dessalinização, etc.); e o estabelecimento dos meios necessários através da inovação técnica, económica e social – Quatro pilares a serem implementados: Consulta – Inventário (questões atuais) – Previsões climáticas e socioeconómicas (questões futuras) – Desenvolvimento de um plano de ação (ações/soluções para responder às questões) Este método, como uma caixa de ferramentas para o GSRH, pode ser implementado de forma diferente dependendo da escala territorial (local ou bacia hidrográfica) e do progresso da RANC (oportunidade, viabilidade, melhoria, etc.). Proporá soluções que terão sido testadas graças a ações piloto (GT1) e ações demonstrativas (GT2). Após análise das condições de transferência e replicabilidade (GT3), a Estratégia TARGET será adaptada de forma a ser aplicável em todo o espaço SUDOE, tendo em conta os diferentes níveis territoriais. Será adotado por pelo menos 2 parceiros do projeto (GRANOLLERS – Espanha e EPIDOR – França) e a dois níveis territoriais (local e bacia hidrográfica).

Periodo: 2021-2027
Estado: Em curso
Convocatoria : 1ª convocatória
Proyecto: TARGET
Prioridad : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água