Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

Projectos-piloto 2021-2027

Acções-piloto
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: NEWPOWER
Serão desenvolvidas duas acções-piloto que contribuirão para o indicador de desempenho RCO84. As acções-piloto caracterizam-se pela sua natureza transfronteiriça e de cooperação entre os beneficiários e os parceiros associados do projeto e destinam-se a pôr em prática os resultados das actividades de estudo e análise científico dos GT1 e GT2. A primeira ação piloto visa estudar a transferência da aplicabilidade dos bioprodutos validados nas actividades anteriores através da incorporação industrial e comercialização dos ingredientes funcionais estabilizados desenvolvidos a partir das biomassas de resíduos agroflorestais. Será desenvolvida uma cadeia de valor entre os parceiros INGREDALIA, TAGUS VALEY e ARGAL que se baseará nos resultados do GT1 e que resultarão no ensaio e possível comercialização de novos enchidos com ingredientes biofuncionais. A segunda ação-piloto visa replicar um processo de biorrefinaria transnacional no sector agroflorestal que possa ser transferido para outras entidades do espaço de cooperação. A cadeia de valor será constituída pelos parceiros associados Alliance Forêts-Bois, Sogibois, FBS, TMAD e ENCE, que fornecerão as matérias-primas, e pelos parceiros INPT, INRAE, UVIGO, UMINHO, CETIM e BLC3 Evolution, que efectuará a transformação e reconversão. A eficácia e a viabilidade deste processo serão analisadas a fim de estudar a sua possível continuidade e replicabilidade após o final do projeto. As realizações e os resultados das acções contribuirão, por sua vez, para as estratégias transnacionais e proporcionarão aos parceiros do consórcio uma experiência prática útil para assegurar a transferência de subprodutos e processos validados.
ACÇÕES-PILOTO TERRITORIAIS
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: BIO4RES
Desenvolvimento e experimentação demonstrativos nos territórios das entidades parceiras de novas soluções em resposta aos desafios identificados na extração de biomassa para a prevenção de incêndios rurais: 1)Metodologia para reduzir o impacto na biodiversidade na aplicação dos planos de prevenção de incêndios Experimentação na aplicação da nova metodologia para a introdução de medidas de preservação da biodiversidade e de redução do impacto na aplicação dos planos de prevenção de incêndios. Ação piloto a testar na Cataluña ES e Pirineos Orientales FR 2)Inovação nas técnicas de extracção para melhorar a resiliência e a resistência das florestas aos incêndios rurais. Experimentação através de testes de novas técnicas e avaliação em termos de rentabilidade e impacto na biodiversidade de diferentes métodos. Acção piloto a testar em Cerdaña baja (Cataluña ES) e Cerdaña Alta (Occitanie FR). 3)Modelo de gestão da recolha, tratamento e aproveitamento local da biomassa Modelo com abordagem holística da gestão florestal sustentável, centrado na maximização do potencial natural da floresta, reduzir o risco de incêndios e aumentar o valor económico da biomassa florestal a nível local através de instalações de tratamento, distribuição e centrais de cogeração em zonas rurais. Experimentação a testar no Tâmega e Sousa (PT) e Pays des Nestes (FR) 4) Programa de formação de pessoal para a extracção de biomassa nas zonas rurais Programa de formação de pessoal em zonas rurais para assegurar a gestão sustentável dos recursos florestais e a viabilidade dos planos de extracção para a prevenção de incêndios e a criação de empregos de qualidade. Será testada em Navarra ES e colocada à disposição de outros territórios. Os projectos-piloto gerarão soluções exemplares que serão incorporadas na estratégia comum e adoptadas por entidades parceiras e outras entidades
Ações piloto ALERT-PFAS
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: ALERT-PFAS
Desenho, implementação e validação de uma ferramenta baseada em IA para monitorizar em tempo-real a presença de PFAS nos recursos hídricos da área SUDOE. Tecnologias desenvolvidas no projeto, divididas em 2 grupos: sensores ópticos para monitorização de PFAS em tempo- real e tecnologias para redução ou eliminação de PFAS nas águas de áreas naturais do SUDOE, que incluem processos de adsorção, processos de degradação e monitorização dos gases emitidos para a atmosfera na degradação de PFAS.
Ações-piloto
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: GestEAUr
O GT2 contém a demonstração de 3 ações-piloto (em grandes blocos, embora tenham mais em conta as pequenas variações) que implementam novos dispositivos e oferecem novos serviços em diferentes áreas do SUDOE. Todos têm um caráter experimental e demonstrativo. O seu acompanhamento (A.2.4) permitirá testar, avaliar e demonstrar a viabilidade e a eficácia da sua aplicação. Os resultados e as práticas destas ações-piloto serão explorados e transferidos para outras instituições e territórios através do ponto A.2.5. A colaboração entre todos os parceiros será indispensável, permitindo que as ações-piloto sejam desenvolvidas e operadas conjuntamente em diferentes países. Todas elas serão concluídas durante a execução do projeto com antecedência suficiente para permitir a exploração e avaliação do caráter demonstrativo durante o projeto.
Ações-piloto
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: SHAREDH2 - SUDOE
A execução das 3 ações-piloto contribui para o indicador de execução do programa RCO84. A ação-piloto 1 consistirá na criação e implementação de uma comunidade energética na cidade de Bembibre, onde também será estudada a aplicação dos resultados das ações-piloto 2 e 3, a fim de reproduzir um sistema de mobilidade sustentável baseado no hidrogénio verde como motor e de tirar partido dos eventuais excedentes de distribuição de gás natural. A Ação 2 integrará um sistema de autoconsumo e testará um sistema de bicicletas a hidrogénio a ser testado em Bembibre e Portalegre. A ação 3 criará um laboratório de demonstração no qual serão efetuadas simulações de aplicação para adotar soluções para casos reais: reconversão do tráfego, distribuição de gás natural, modernização do transporte agrícola, etc.
Atividades Piloto em WSN para prevenção e detecção precoce de incêndios florestais
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: SenForFire
As campanhas descritas no GT3 representam Atividades Piloto pioneiras na aplicação de WSN à prevenção e deteção precoce de incêndios florestais, das quais importa destacar a extensão do território e a diversidade dos locais, a variedade de sensores meteorológicos e ambientais, a dimensão (número de nós) das WSN, a duração das campanhas e a participação dos serviços municipais de combate a incêndios florestais e da população local. As Atividades Piloto irão reunir o conhecimento e a experiência em incêndios florestais acumulados pelo consórcio, proporcionando novos conhecimentos, tecnologias e resultados, e permitirão tirar conclusões e lições sobre o desempenho das WSN. O consórcio irá traduzir o know-how adquirido durante as Atividades Piloto em dois GUIAS PRÁTICOS (GP) para aplicação de WSN à prevenção (GP_Prevenção) e detecção precoce (GP_Deteção) de incêndios florestais. Os GP irão servir de referência e orientação sobre como utilizar as WSN para melhorar a capacidade de antecipação e resposta dos municípios rurais e dos seus habitantes em caso de incêndios florestais. Irão Abordar aspectos como a identificação e priorização de áreas vulneráveis ao fogo adequadas para o estabelecimento de WSN, o dimensionamento e concepção de WSN, a implantação de WSN no campo, infra-estruturas sem fios, eficiência energética e de transmissão de dados, avaliação de custos, sustentabilidade e impacto ambiental, segurança física e da informação, participação dos cidadãos e outros. O ICIFOR-INIA CSIC será líder da preparação do GP no qual todo o consórcio estará envolvido. Uma versão preliminar do GP será entregue no mês 18 e a versão final no mês 34 do Projeto.
Atividades Piloto Uso Água Regenerada na Rega
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: I-ReWater
Instalação de ações piloto em culturas lenhosas e hortícolas, com 13 e 2 experiências, respetivamente, em que se avaliam os efeitos do uso de água regenerada na rega, são uma ferramenta básica para a implementação de soluções tecnológicas que facilitam a gestão da água de rega (fontes convencionais e regeneradas) através da digitalização da rega, fornecendo informação de partida e ferramentas para o utilizador final, transferíveis para outras culturas e diferentes situações socioeconómicas. A boa gestão da água regenerada nas culturas é garantida pela implementação de um DSS de fertirrigação da cultura (GT3), com base em análises (solo, água, tecidos vegetais) e na informação dos sensores low-cost instalados em cada experiência.
Catálogo de ações-piloto para a conservação e a resiliência das florestas
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: COOPTREE
O objetivo deste catálogo é fornecer uma panorâmica e uma apresentação operacional dos projetos-piloto que estão a testar novas soluções para a conservação dos recursos florestais e a conservação e reforço da resiliência das florestas. As ações-piloto a realizar nas regiões (estão já previstos 15 locais-piloto) implicarão três tipos de soluções: * Efetuar plantações de novas proveniências e novas espécies para testar a resiliência de certas espécies florestais a longo prazo, de modo a que o ambiente possa fazer face às diferentes ameaças. * Realização de silvicultura com o objetivo de promover a adaptação e a resiliência e, assim, melhorar, conservar ou restaurar o coberto florestal, enriquecendo os povoamentos com espécies arbóreas que permitam a diversificação, a resiliência e a manutenção/recuperação dos serviços dos ecossistemas associados * Implementar ações de conservação do património genético florestal. Estas ações destinam-se a dar resposta a problemas locais prementes. A diversidade das situações silvícolas (finalidade principal dos povoamentos, composição das espécies, idade dos povoamentos, etc.) e das condições edafoclimáticas encontradas deve permitir que estas ações sejam representativas do conjunto do território SUDOE. As técnicas utilizadas, os recursos mobilizados e os resultados das ações-piloto serão explorados e transferidos 1) no âmbito da parceria, 2) para outras instituições e agentes locais, regionais e nacionais e 3) para outros territórios da UE através das redes europeias de parceiros e associados, a fim de facilitar a sua apropriação. Este catálogo será integrado na base de metadados (AT2.1) e ilustrará algumas das recomendações operacionais da Estratégia Transnacional (realização do GT1).
Cenários e Programa de Ação para a otimização da gestão da água a nível local
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: TARGET
Esta ação piloto visa testar a aplicabilidade do método da Estratégia TARGET, à escala local, nos municípios de Granollers e Barreiro. Os métodos e metodologias de ensaio terão sido previamente desenvolvidos no âmbito do CESAEAP. Será implementado de acordo com os 4 pilares da Estratégia e em conformidade com os seus 3 princípios. Permitirá a aplicação, após análise crítica e adaptação, de soluções testadas pelos parceiros e parceiros associados do projeto, noutros contextos, à escala do município (em particular trabalhar em soluções baseadas na natureza da AMAyA e ECF). A ação resultará no desenvolvimento de um programa de ação para a otimização da REUT em Granollers e cenários prospetivos para a gestão da água no Barreiro. O programa permitirá, por setor e utilização do município de Granollers, indicar se é necessária a otimização da REUT e os meios a implementar (atores, técnicas e financiamento). Os cenários prospetivos estudados para a gestão da água no Barreiro irão destacar as vantagens e desvantagens das ANCs para a preservação do recurso e do ambiente. Após avaliação da implementação da ação piloto pelo CESAEAP, será desenvolvido um Guia Metodológico para a aplicação da Estratégia TARGET a nível local. Contém as ferramentas e métodos para implementar os princípios (uso racional, RANC, inovação) e pilares da Estratégia (inventário, consulta, previsão, plano de ação) a nível local. O programa de ação será adotado pelas autoridades de Granollers e um cenário prospetivo será adotado pelas autoridades do município do Barreiro. Serão então organizadas sessões de restituição da Estratégia TARGET aprovada e feedback sobre a ação piloto.
Colheita e implantação de sementes de plantas herbáceas nativas e autóctones de origem local
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: FLoRE
As ações-piloto irão consistir na colheita de sementes de plantas herbáceas, nativas e autóctones (espécies únicas ou mistura) em prados naturais de interesse ecológico pré-identificado pelos parceiros. Estas colheitas poderão ou não ser acompanhadas por uma etapa intermédia de multiplicação, após o que as sementes serão implantadas em parcelas-alvo de elevado risco de perda de biodiversidade, situadas na proximidade (ou, de qualquer modo, na mesma zona biogeográfica) para fins de restauro ecológico. Estas ações-piloto são inovadoras a vários níveis, desde trabalhar com espécies que estão pouco ou nada disponíveis, comercialmente, a testar .. métodos de colheita de misturas (escovagem, colheita, transferência de feno, manual), para os quais pouca ou nenhuma referência existe e nas modalidades de cultivo destas sementes, pelo que as nossas experiências irão gerar novos conhecimentos. Serão testados pelo menos 4 métodos diferentes no âmbito do Projeto FLoRE (daí o valor-alvo deste indicador), e também serão criados vários sítios-piloto de restauro ecológico em cada país, permitindo uma diversificação de métodos e de contextos climáticos e pedológicos. Esta rede de locais experimentais será igualmente um suporte para a transferência de conhecimento, tanto para os parceiros beneficiários do projeto (através de viagens de estudo) como para todos os operadores económicos interessados, com a organização de jornadas técnicas. Este valor demonstrativo será mantido a longo prazo, uma vez que os gestores dos locais-piloto comprometer-se-ão a garantir a sustentabilidade das instalações, nomeadamente, pela adoção de modos de gestão sustentável recomendados.
Demonstrador de detecção de danos e defeitos
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: REMAIN
Demonstrador das tecnologias desenvolvidas no GT1, nomeadamente na detecção automática de danos e/ou defeitos nos produtos e materiais alvo seleccionados no GT3. Este demonstrador incluirá um sistema ou sistemas de sensores para o efeito, de acordo com as conclusões retiradas das atividades deste GT. Uma versão deste demonstrador será incluída como parte do piloto do GT2, que é o demonstrador global.
Demonstrador global
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: REMAIN
Demonstrador das diferentes tecnologias desenvolvidas neste GT, aplicadas a um caso específico de remanufatura ou suporte da mesma, com um determinado tipo de produto. Este demonstrador contará com pelo menos um robô, com acesso a um espaço de trabalho, e um sistema de sensores de acordo com as especificações obtidas nas atividades deste GT. Como entrada para o demonstrador, será incluído o sistema de detecção de danos e/ou defeitos desenvolvido no GT1.
Demonstradores e living Labs
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: ROBOTA-SUDOE
Implementação de 3 demonstradores de robots colaborativos em ambiente real de produção com foco em 3 sectores distintos com elevada representatividade e impacto económico no espaço SUDOE (carne, fruta e plásticos) e de 3 living labs para integração e demonstração dos resultados alcançados no âmbito do projeto ao tecido empresarial e a outras entidades que tenham interesse em implementar as soluções desenvolvidas, ou equivalentes, nos seus processos produtivos.
Desenvolvimento de clusters de inovação sociocultural e de desenvolvimento sustentável
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: Cultur-Monts
A ação-piloto do GT3 é a mais ambiciosa das três desenvolvidas no projeto, uma vez que se centra na definição de mecanismos eficazes de transferência de conhecimento para fazer do património cultural das paisagens de montanha uma alavanca de desenvolvimento para os territórios. A transferência é frequentemente considerada como a última etapa dos processos patrimoniais e muitas vezes não se concretiza, ou concretiza-se apenas de forma muito parcial e institucionalizada, o que acaba por gerar muitos equipamentos/recursos patrimoniais praticamente abandonados, sem qualquer utilização e exploração real, e que rapidamente se tornam obsoletos e se deterioram porque a população local e os atores territoriais não os conhecem verdadeiramente ou não os consideram como seus. Esta ação-piloto pretende dar resposta a este problema, invertendo-o completamente através de processos de inovação social. CULTUR-MONTS compromete-se a trabalhar a transferência do património desde o início do projeto, colocando as comunidades locais, as autoridades, as instituições e os atores territoriais (especialmente os económicos) como protagonistas e agentes ativos da mudança. O objetivo é testar a aplicação de métodos participativos, como o "caminho do impacto", através da promoção de espaços formais (físicos ou virtuais) para reunir todos os atores envolvidos: os clusters de inovação sociocultural e de desenvolvimento sustentável. A ideia é que as comunidades locais expressem desde o início o impacto que esperam do projeto: o que gostariam de ver alcançado com o CULTUR-MONTS; e a partir daí, em conjunto com o consórcio, determinem quais são os resultados a alcançar e as melhores ferramentas para os alcançar.
Ensaio clínico aleatório multicêntrico
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde
Realização de um ensaio clínico multicêntrico aleatório com grupo de intervenção e grupo de controlo em 300 pacientes idosos do serviço de Geriatria/Medicina Interna dos hospitais participantes no projeto. O modelo de atenção hospitalar do serviço de geriatria do HUN demonstrou, através de evidência científica, a prevenção da incapacidade gerada durante a hospitalização em 60% dos pacientes que participam no programa de exercício individualizado. Com base neste modelo, e procurando a sua otimização, será desenvolvido e implementado conjuntamente um modelo inovador de cuidados hospitalares no HDFF (Portugal), CHU-T (França), SAAS (Andorra) e HUN (Espanha). O desenho do ensaio clínico terá em conta as necessidades, possibilidades e características de cada hospital para a sua implementação e posterior acompanhamento 3 meses após a intervenção, de forma a avaliar a adesão e os resultados da prática de exercício físico e adoção de hábitos saudáveis. Esta atividade piloto iniciar-se-á com a elaboração conjunta do protocolo e, após a aprovação pelas diferentes Comissões de Ética, iniciar-se-á o recrutamento de doentes nos 3 hospitais que serão aleatorizados através de um procedimento cego (mês 7). A duração do ensaio clínico é estimada em 2 anos e, uma vez concluído, os resultados serão analisados. Os resultados desta atividade-piloto testada nos três hospitais permitirão o desenvolvimento de uma solução facilmente transferível para outros hospitais em diferentes territórios. A implementação desta atividade-piloto em três hospitais de países e regiões diferentes traz um valor acrescentado aos resultados, uma vez que inclui uma população heterogénea com diferentes características sociais e económicas do território SUDOE e com diferentes sistemas de saúde, aumentando o impacto dos resultados a nível científico com repercussões sociais e políticas.
Ensaio de soluções-piloto de adaptação, prevenção e atenuação
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: An-Gel Sudoe
No âmbito do projeto An-Gel Sudoe, foram selecionadas 8 zonas-piloto: Lleida, Lot-et-Garonne, Bordéus, Dordogne (x2), Rioja Alavesa, Múrcia e Bragança. Em cada uma destas zonas, trabalharemos em colaboração com um grupo de produtores parceiros, quer utilizando explorações em condições reais de produção, quer envolvendo-os no acompanhamento técnico dos ensaios. As técnicas de prevenção, adaptação e mitigação a testar serão (atividades 2.1 e 2.2): - Pulverização de alta precisão (sobre a folhagem) (solução ativa). - Ventilação ativa (solução ativa). - Gestão da humidade do solo (solução semi-passiva, ligada à pulverização de alta precisão, mas aplicada estrategicamente de forma preventiva e não reativa). - Gestão da cobertura do solo - Sebes quebra-frio (solução passiva). - Drenagem convectiva do ar frio - Poda tardia da vinha para atrasar o aparecimento das geadas (solução destinada a minimizar os efeitos destrutivos das geadas). A solução final consistirá na utilização de uma destas técnicas ou na eventual combinação de várias delas, de modo a adaptar-se perfeitamente aos condicionalismos dos agricultores de uma determinada zona. Por exemplo, uma sebe quebra-frio pode ser utilizada para limitar o fluxo de ar frio para a parcela (solução passiva), combinada com o controlo da humidade do solo, influenciando o coberto vegetal ou por aspersão de alta precisão (sobre a folhagem) alguns dias antes da geada (solução semi-passiva) ou, se necessário, durante episódios de geada intensa (solução ativa), se existirem recursos hídricos disponíveis. É, portanto, considerada uma solução única, uma vez que foi concebida como uma "caixa de ferramentas" que permite a combinação de diferentes técnicas para oferecer soluções eficazes, em função do contexto específico das diferentes explorações que participam no projeto como sítios-piloto.
Ensaios-piloto
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: AgroTour SUDOE
As diferentes experiências-piloto estão estruturadas em três grupos, cada um identificado com um tema e conduzindo a uma solução: O primeiro grupo (digitalização) gerará uma solução em termos de digitalização da experiência de agroturismo (procura) e de melhoria da competitividade das empresas (oferta). - Novas tecnologias digitais (realidade mista e aumentada) para a criação de experiências imersivas de agroturismo (CDA24). - Sistema inteligente de gestão de dados (Smart Data) para melhorar a competitividade das empresas de agroturismo, melhorando o conhecimento do cliente e a subsequente segmentação de produtos e experiências turísticas. O segundo grupo (sustentabilidade ambiental) irá gerar uma solução para a valorização e diferenciação de produtos de agroturismo com baixo impacto ambiental: - Criação de itinerários turísticos orientados para o desenvolvimento sustentável e promoção de produtos agroalimentares km0 (CRTLO) e da ligação a figuras de proteção ambiental (produtos da Reserva da Biosfera, no caso da RBOV). - Criação de um passaporte digital de produtos com informação sobre a pegada ambiental, origem, certificações de qualidade, etc. (CIM VDL). O terceiro grupo (segmentação de públicos) irá gerar experiências inovadoras adaptadas a diferentes públicos, particularmente adequadas ao sector do agroturismo: - Experiências de agroturismo destinadas a públicos infantojuvenis de origem urbana (F. Avila), incluindo a colaboração em ofícios tradicionais. - Promoção de produtos agroalimentares junto dos caminhantes (CDA09), tanto no destino (Ariège) como na origem (concept store em Toulouse). - Conceção de circuitos agroturísticos para públicos familiares urbanos (SODEBUR), incluindo o património imaterial associado à vida rural tradicional. O projeto prevê, portanto, o desenvolvimento de um total de três ações-piloto no âmbito do RCO84.
Estabelecimento de corta-fogos produtivos como ferramenta de prevenção face aos incêndios
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: USE4FOREST
Desarrolho e implementação conjunta pelo B6-DipOurense, B12-Aude (FR) e o A1-O Barco de Valderorras, sob a coordenação do B5-Eixo Atlântico de uma ação piloto de demonstração da eficácia dos corta-fogos produtivos como ferramentas de prevenção face aos incêndios florestais, incluindo a monitorização e avaliação do seu impacto e transferibilidade. Este piloto será testado em O Barco de Valdeorras (ES) e em PNR Corbie?res- Fenouille?des (FR).
Estratégia de gestão da água na Catalunha, Andaluzia e Alentejo, e Nova Aquitânia
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: SMART GREEN WATER
Esta ação-piloto visa desenvolver estratégias de gestão da água em situações de escassez através da utilização de tecnologias digitais. A metodologia terá sido desenvolvida conjuntamente e normalizada no âmbito do CESAP, sob a coordenação do IRTA. Será implementado com comunidades de agricultores de regadio nas regiões da Andaluzia, Catalunha e Alentejo e numa sub-bacia hidrográfica na Nova Aquitânia (Adour e Dordogne). Os principais resultados esperados são a implementação de estratégias de gestão da água em situações de escassez, utilizando um método que pode servir de referência para outros agentes do SUDOE. Favorecerá a adoção de boas práticas e o aperfeiçoamento da governação na gestão coletiva dos recursos hídricos. A ação será avaliada conjuntamente no âmbito do CESAP, com base nas reações das partes interessadas envolvidas na elaboração das estratégias. Esta avaliação permitirá adaptar eventualmente a solução para a sua integração na Estratégia SGW, bem como facilitar a sua transferência para outras regiões do SUDOE.
Expérimentation d’actions pilotes
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde
Proyecto: STOP IATRO
O GT3 ligado ao objetivo específico 3 convergirá para a experimentação de ações-piloto nos territórios do projeto. Essas ações permitirão a implementação concreta de novos dispositivos (por exemplo, serviços, equipamentos, ferramentas, métodos ou abordagens) resultantes de uma reflexão conjunta ou demonstrar a viabilidade / aplicabilidade de soluções existentes em um determinado território/setor.
Ferramenta SID_AQUARURAL
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: GestEAUr
Apesar de não ser considerada uma atividade piloto na primeira fase, a ferramenta O SID_AQUARURAL cumpre a definição estabelecida pela SUDOE: implantação específica de novos dispositivos (por exemplo: serviços, equipamentos, ferramentas, métodos ou abordagens), experimentais e demonstrativos, inovadores e transferidos para outros territórios. A ferramenta será desenvolvida pela USAL, mas com a colaboração de todos os parceiros, que ajudarão a garantir que resolve todas as necessidades identificadas pelos utilizadores nas suas áreas. A ferramenta será continuamente melhorada durante o projeto e será aplicada em todos os domínios de ação.
Gémeos digitais de parcelas de regadio na Catalunha, Andaluzia, Múrcia, Nova Aquitânia e Alentejo
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: SMART GREEN WATER
O objetivo desta ação-piloto é desenvolver "gémeos digitais" de sistemas de cultivo e de irrigação para diversas parcelas-piloto espalhadas pelo SUDOE. A metodologia terá sido desenvolvida conjuntamente e normalizada no âmbito do CESAP, sob a coordenação da UCO. O seu objetivo é criar "gémeos digitais" (JM) para as parcelas-piloto nas regiões da Catalunha, Andaluzia, Múrcia, Nova Aquitânia e Alentejo, nas explorações de agricultores de regadio voluntários. A implementação desta ação permitirá aos agricultores de regadio planear e gerir melhor a sua água de irrigação graças a esta ferramenta de tomada de decisão, bem como através do intercâmbio de experiências com outros agricultores do SUDOE. A ação será avaliada conjuntamente no âmbito do CESAP, com base nas reações dos agricultores sobre a utilização destas tecnologias. Esta avaliação permitirá adaptar eventualmente a solução para a sua integração na Estratégia SGW, bem como facilitar a sua transferência para outras regiões do SUDOE. A avaliação permitirá igualmente dar feedback aos fornecedores deste tipo de serviços e a todas as empresas de assistência técnica. O objetivo será aperfeiçoar a ferramenta e incentivar a sua aplicação noutras explorações, incluindo as pequenas e médias explorações, alvo prioritário do projeto SGW.
Impacto de tipologia e densidades de vegetação florestal na sua proteção face a incêndios
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: USE4FOREST
Desenvolvimento e implementação conjunta, pelos B9-CIM-TTM e B12-CD Aude, sob a coordenação do B10-IPB, de uma ação piloto de demonstração do impacto de diferentes tipologias de densidades de vegetação florestal na sua proteção face aos incêndios incluindo a monitorização e avaliação do seu impacto e transferibilidade. Este piloto será testado no território das Terras de Trás-os-Montes (PT) e Aude (FR) como ferramenta inovadora para a prevenção e gestão de incêndios florestais.
Implantação do sistema de monitorização e controlo em locais reais
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: AQUAPRED
Após a instalação e a entrada em funcionamento do sistema de monitorização e controlo, os locais/balneários tornar-se-ão os pilotos do projeto, onde se recolherão e analisarão os dados capturados pelo sistema de controlo da qualidade da água termal. Estes pilotos permitirão avaliar a eficácia do sistema em tempo real e a sua capacidade de garantir a qualidade da água em diversos ambientes termais. Os resultados obtidos com estes piloto proporcionarão a informação necessária para a futura implementação do sistema noutros balneários do território Interreg Sudoe.
Implementar e testar soluções em ecossistemas florestais de tipo espacial Sudoe
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: SocialForest
Serão implementadas e testadas soluções integradas para aumentar a resiliência às alterações climáticas e ao desenvolvimento socioeconómico em 7 áreas-piloto do espaço florestal SUDOE: 1. Pinhal en Zona Vermelho Natura 2000 (Cehegín, Espanha) 2. Pinhal em área ardida em Moratalla (Murcía, Espanha) 3. Montado em Toledo (Castilla la Mancha, ESpaña) 4. Projeto-piloto de inovação social em Soria 5. Sistema agroflorestal em Mértola. 6. Sistema de azinheiras em Barrancos. 7. Ecossistema florestal em Nueva Aquitaine
Laboratórios de memória e oralidade para a salvaguarda e valorização do património imaterial
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: Cultur-Monts
Ação-piloto articulada em 5 janelas de análise com o objetivo de promover experimentalmente laboratórios de memória para recuperar, preservar, valorizar e transmitir o património imaterial ligado às paisagens culturais de montanha. Os conhecimentos, as competências, as atividades e os ofícios tradicionais correm um risco crítico de desaparecimento nos ambientes de montanha devido ao forte impacto do envelhecimento da população, à crise demográfica e à falta de substituição geracional nas atividades de exploração da montanha, bem como à perda da transmissão intergeracional de todo o património oral que explica as lendas, as memórias coletivas, as tradições, os topónimos, as rotas de trânsito e as canções populares; um património humano imaterial, mas indispensável para a compreensão da dimensão cultural e patrimonial das paisagens de montanha, que é irrecuperável quando as vozes da população sénior são silenciadas. A ação-piloto incide também sobre uma lacuna histórica em relação ao património imaterial dos ambientes de montanha, especialmente em termos de pastoralismo e transumância: a invisibilidade das mulheres neste património. O projeto-piloto aborda claramente este problema com o objetivo de recuperar e reivindicar a tradição oral, os saberes e as práticas das mulheres nos ambientes de montanha do consórcio, o que é também uma forma de dignificar as atividades de cura e de trabalho doméstico que historicamente couberam às mulheres e que foram subvalorizadas no património etnográfico e imaterial da agro-pastorícia e da exploração da montanha no seu conjunto. Por fim, a ação-piloto permite definir e testar uma metodologia conjunta, implementada através dos laboratórios, concebida para lhes dar continuidade para além do projeto e ser facilmente transferível. O trabalho a favor da transmissibilidade da oralidade e o ensaio de mecanismos para a reproduzir no seio da comunidade são particularmente notáveis.
Lista de fármacos para reposicionamento.
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: RePo-SUDOE
Esta realização cumprirá o destino último do processo de drug repurposing, que é o de explorar o potencial para dar nova vida aos medicamentos existentes, assim como introduzir novas moléculas adaptadas a necessidades terapêuticas específicas. A concretização desta realização far-se-á com a disponibilização de uma lista de fármacos com potencial para avançar no processo de drug repurposing. Isto será feito reconhecendo o papel da indústria farmacêutica em levar medicamentos aos pacientes.
Local de demonstração para reutilização de água com SBN na cadeia de tratamento de água
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: SOLLAGUA
3 LD criados durante o projeto em França, Espanha e Portugal. Estes locais serão o resultado da estratégia NB-WoLL (Living Labs orientados para a água centrados em soluções baseadas na natureza) que visa encontrar a melhor correspondência entre a procura e a inovação com a ajuda de 3 WoLL (plataforma). A sua conceção será em função da procura de água (qualidade/quantidade), do contexto (utilizações, localizações, sensibilidade das partes interessadas) e da regulamentação. Estes LD serão adotados pelas 3 autoridades locais responsáveis pelos contratos públicos.
Mecanismos inclusivos para a valorização do património paisagístico cultural das montanhas
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: Cultur-Monts
Ação-piloto articulada em 5 janelas de análise que constituem um transecto territorial através de diferentes paisagens de montanha do Sudoe, com características geográficas e patrimoniais diversas. A ação-piloto permite propor e testar diferentes propostas metodológicas de valorização, bem como dispositivos de digitalização do património e/ou de virtualização do mesmo através de modelos 3D. As janelas-piloto trabalham sobre questões complementares e realizam ações demonstrativas cooperativas destinadas a avaliar as melhores soluções para cada tipo de paisagem e de património. As soluções de sinalização física são comparadas com fórmulas virtuais, ainda pouco difundidas, mas que permitem analisar metodologias não invasivas para a patrimonialização das paisagens culturais. Um aspeto importante também abordado por esta ação-piloto é a incorporação de dispositivos tecnológicos e suportes museográficos inclusivos, que permitem tornar todo o património valorizado acessível a toda a sociedade, especialmente às pessoas com deficiência, que normalmente se encontram sem as ferramentas para desfrutar do património cultural em igualdade de condições, especialmente se for ao ar livre e não num museu. A ação-piloto não só testará as ferramentas mais adequadas para a valorização do património, como também visa avaliar o impacto da existência destes recursos inclusivos em grupos com cegueira ou deficiência visual quando realizam actividades de descoberta da paisagem, que percebemos principalmente pela visão.
Método de cálculo da pegada de Carbono e Hídrica das empresas
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: FASHION FORWARD
MODACC apoiará e orientará um total de 15 empresas no cálculo da pegada de carbono e de água na produção de produtos têxteis. Serão desenvolvidas boas práticas e recomendações para a sua redução efetiva, adaptando-se assim às obrigações que vai sair da diretiva europeia para o eco design.
Método de caraterização e avaliação das soluções digitais existentes no mercado
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: SMART GREEN WATER
O objetivo desta ação-piloto visa a elaboração conjunta de um método e, em seguida, a caraterização das soluções digitais existentes no mercado (sensores, teledeteção, telecomando, software de irrigação). A metodologia e a avaliação das soluções digitais terão sido desenvolvidas conjuntamente e normalizadas no âmbito do CESAP, sob a coordenação da UPA. A elaboração do método será enriquecida pela participação dos diferentes agentes envolvidos no projeto e pelos resultados de outras atividades do projeto: A realização desta ação traduzir-se-á em recomendações aos técnicos do sector da irrigação do SUDOE para a escolha de soluções entre a gama de produtos existentes. Permitirá também identificar as lacunas no repertório de tecnologias disponíveis e formular recomendações aos desenvolvedores de soluções sobre as lacunas na oferta atual e as oportunidades de melhoramento. Tudo isto será disponibilizado na plataforma SGW, que constituirá igualmente um fórum de intercâmbio entre agricultores (utilizadores de tecnologias), empresas (fornecedores) e centros tecnológicos ou universidades (formadores - avaliadores). Permitirá aos agricultores de todo o SUDOE partilhar com os seus pares os seus conhecimentos sobre determinadas ferramentas e permitirá às empresas e aos formadores conhecer melhor as necessidades dos utilizadores e melhorar as soluções propostas.
Mini-pilotos da Caixa de ferramentas
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde
Proyecto: HENKO NET
Testes-piloto ou mini-pilotos da "Caixa de Ferramentas" (A3.3): Breve experimentação de tecnologias ou serviços inovadores no mercado ou com maturidade tecnológica suficiente, bem como inovações de processos ou modelos de cuidados de saúde. Metodologia “soft evaluation”. (1 ação-piloto implementada nos 7 beneficiários de assistência), INTRAS, GSS, SALUD, DIPBI, CHUB, PM, IPO).
Modelização do comportamento de incêndios para quantificar e prevenir a sua propagação
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: USE4FOREST
Desenvolvimento e implementação conjunta pelo B4-Tecnalia e o B12-Aude, sob a coordenação do B3-Hazi, de uma ação piloto de demonstração da eficácia da modelização do comportamento de incêndios como ferramenta para quantificar e prevenir a sua propagação, incluindo a monitorização e avaliação do seu impacto e transferibilidade. Este piloto será testado no território de Euskadi (ES) e Aude (FR) como ferramenta inovadora para a prevenção e gestão de incêndios florestais
Os 3 casos piloto
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: ThermEcoWat
Pelo menos 3 casos-piloto (1 por país) actuam como laboratórios vivos, oferecendo lições concretas e permitindo que o Sistema de Apoio à Decisão (SAD) seja testado, enriquecido por feedback e novos conhecimentos. Estes casos-piloto não só fornecem dados práticos, como também ajudam a reforçar as competências estratégicas e operacionais dos administradores das cidades termais. O feedback obtido facilita a optimização das infraestruturas ligadas à água termal, bem como a implementação de medidas eficazes de adaptação às alterações climáticas. Esta abordagem práctica visa promover benefícios económicos tanto para os operadores como para os decisores políticos, consolidando assim a gestão sustentável da água termal nas regiões termais do SUDOE. Estes 3 casos-piloto são iniciativas concretas destinadas a testar e demonstrar as soluções inovadoras desenvolvidas para a gestão sustentável das nascentes termais. O objectivo é pôr em práctica os conhecimentos adquiridos, recolher dados visíveis dos quais resultem ensinamentos valiosos que contribuam para o processo de adaptação às alterações climáticas. Estas acções-pilotos representam etapas cruciais na transformação de conceitos teóricos em soluções operacionais, contribuindo assim para a realização dos objectivos do projeto.
Pilotagem do sistema de previsão HENKO baseado em IA
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde
Proyecto: HENKO NET
Teste-piloto da plataforma preditiva "HENKO" baseada em IA e tecnologias digitais inovadoras com utilizadores finais de cuidados paliativos (A3.2): pessoas com necessidades de cuidados paliativos (N=120), familiares (N=50), profissionais (N=25). (1 ação-piloto implementada nos 7 beneficiários de assistência), INTRAS, GSS, SALUD, DIPBI, CHUB, PM, IPO).
Piloto de gamificação
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: FASHION FORWARD
Este piloto terá por alvo a comunidade educativa e contemplará um programa de gamificação nas escolas que induza a mudança de mentalidade nos mais pequenos. O programa envolverá 50 escolas durante 4-6 semanas. Serão organizadas recolha de roupas com ajuda dos municípios e gestores de resíduos têxteis. Serão também realizadas oficinas práticas de restauro e reciclagem e os alunos irão utilizar roupas descartas pelas suas famílias e do ambiente social envolvente.
Piloto de monitorização dos fosfatos desenvolvido e implementado conjuntamente em 6 territóriosSUDOE
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
A realização 2 do Phos4Cycle visa estabelecer ações-piloto para melhorar a monitorização dos fluxos de fosfato e a previsão do risco de eutrofização nas bacias hidrográficas. Permitirá também descrever o comportamento do fósforo de acordo com diferentes tipos de gestão agrícola em diferentes sistemas de produção. Para este efeito, foi concebido um piloto global que será implementado em 6 pilotos territoriais ("sub-pilotos") em Espanha, França e Portugal. A conceção do piloto global foi efectuada pelo BP ITAGRA, e coordenado, por um lado, com os outros 5 parceiros que, juntamente com o ITAGRA, implementarão a conceção nos 6 pilotos territoriais e, por outro lado, com os 2 beneficiários responsáveis pela análise das amostras de solo, água e sedimentos, nº8 AQUACORP e nº9 ADERA. Cada piloto territorial será desenvolvido numa bacia hidrográfica de nível 3, na qual serão definidas 3 sub-bacias, uma em que será efectuada uma gestão tradicional, que servirá de referência, e outras 2 com uma gestão experimental destinada a reduzir a poluição por fosfatos através de uma gestão responsável. Os 6 pilotos territoriais são apresentados abaixo, incluindo a sua localização, parceiro responsável e sistema agrícola: Piloto 1: ES - Castilla y León - ITAGRA - CEREAL/REGADIO Piloto 2: ES - La Rioja - Governo da Rioja - CULTURAS PERMANENTES (VINHA E OLIVEIRA) Piloto 3: ES - Extremadura - FEDEHESA - SISTEMA AGROFLORESTAL E PECURÁRIA EXTENSIVA DEHESA Piloto 4: PT - Região Centro/Coimbra - IPC (ESAC) - HORTÍCOLAS/REGADIO Piloto 5: PT - Região Centro/Aveiro - IPC (ESAC) - Pecuária intensiva de bovino de leite e pastagem Piloto 6: FR-Nouvelle Aquitaine - ITAVI - AVICULTURA EXTENSIVA Três dos seis pilotos instalarão a tecnologia AQUACORP para análise remota da água como parte da experimentação. Esta tecnologia permitirá reduzir os custos e simplificar o controlo do fósforo associado à atividade agropecuária.
Piloto de sala de visualização 3D de sistemas biológicos.
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: RePo-SUDOE
A implementação dos pilotos de sala de visualização 3D de sistemas biológicos. serão fundamentais não apenas para desenvolver estratégias de drug repurposing, mas, muito importante, para desenvolver e implementar uma nova estratégia pedagógica onde alunos de diferentes níveis e áreas de ensino tenham contato com estruturas moleculares complexas, tais como alvos terapêuticos e sua interação com os fármacos. O sucesso deste protótipo abrirá caminho para salas de visualização semelhantes em todos os territórios SUDOE. Ao partilhar os planos de conceção, as configurações tecnológicas e as diretrizes operacionais, o projeto garantirá que os benefícios desta iniciativa sejam distribuídos por toda a região.
Piloto em França
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: ECOSPHEREWINES
A área experimental de Gaillac, localizada em Tarn, França, enfrenta atualmente uma série de desafios, incluindo: - Escassez de água e stress hídrico, bem como a necessidade de adaptação às alterações climáticas. - Solos pobres em matéria orgânica. - Controlo de pragas e doenças na cultura da vinha. - Redução do rendimento das uvas e do consumo de vinho. Ao implementar e monitorizar ações de melhoria da IV, o objetivo é enfrentar estes desafios e, ao mesmo tempo, promover a biodiversidade, preservar o património cultural e reforçar a resiliência do território face às alterações climáticas. As ações serão realizadas em dois modelos de vinha, a vinha experimental do IFV como modelo "verde" e outra vinha em Gaillac como modelo "convencional" com menos IV. Estas ações incluem: 1. diagnóstico da biodiversidade aérea na vinha. 2. A elaboração de um mapa de temperatura na vinha experimental para identificar as zonas frias e a sua relação com as ações de IVs, bem como o seu impacto nas videiras. 3. Ensaio experimental sobre SE proporcionados por coberturas verdes, tais como adubos verdes e coberturas herbáceas temporárias ou permanentes. Serão analisados aspetos como o fornecimento de azoto, o armazenamento e a libertação de água para a vinha (através da análise da biomassa, do azoto e do carbono do solo, de sensores de humidade e de temperatura, da estabilidade estrutural, etc.), bem como a biodiversidade associada. 4. Na vinha verde, será efetuado um estudo das colmeias e uma análise do pólen para determinar o local de concentração das abelhas nas diferentes ações IV do Vinnopôle. Com estas ações, esperamos avançar para uma gestão mais sustentável e resiliente das vinhas de elevado valor ecológico, enfrentando os desafios atuais e promovendo a conservação do ambiente natural e cultural.
Piloto empresarial e tecnológico em França
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: FASHION FORWARD
Solução industrial global para reciclagem de resíduos têxteis baseada na tecnologia WASTEX e na parceria com COLEO. Este piloto conta com a capacidade industrial e organizacional dos membros da RECYCL'Occ Textile.
Piloto no Noroeste Peninsular (Espanha e Portugal)
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes
Proyecto: ECOSPHEREWINES
Na zona transfronteiriça de Arribes e Alto Douro, serão aplicadas medidas de SBN para melhorar a IV nas vinhas das Bodegas Pascual Fernandez, em Fermoselle (Zamora), e da Bodega Duorum, em Foz Côa, e áreas circundantes. Estas zonas enfrentam desafios como: - Fragmentação das parcelas, relevo acidentado e custos de cultivo elevados. - Solos com pouca matéria orgânica e fertilidade irregular. - Falta de diversidade de culturas e aumento do stress hídrico. - Verões cada vez mais quentes e secos. - Risco de erosão nas encostas. - Escassez de água e competição hídrica. - Aumento da erosão devido a fenómenos meteorológicos extremos. - Solos com pouca matéria orgânica. - Risco de incêndios e despovoamento/desertificação. Em ambas as regiões, o projeto visa dar resposta aos desafios agrícolas e ambientais, promovendo simultaneamente a conservação da biodiversidade e do património cultural e contribuindo para a resiliência às alterações climáticas. Na zona de Mariñas - Betanzos, os trabalhos serão realizados em parcelas de terreno pertencentes à adega Pagos de Brigante na zona de ação, os desafios estão relacionados com - Pequenas explorações agrícolas e vinícolas, com a atividade no limite da rentabilidade. - Numerosas vinhas abandonadas nas últimas décadas. - Plantação de espécies arbóreas (eucalipto) em vinhas abandonadas. - Difícil abastecimento de uvas locais. - Danos recorrentes à cultura causados por animais selvagens devido ao abandono das explorações agrícolas próximas das vinhas. Este projeto-piloto visa capitalizar as lições aprendidas com o projeto-piloto 1 em França para implementar SBN e aumentar os SE. Em todos estes domínios, o projeto visa dar resposta aos desafios agrícolas e ambientais, promovendo simultaneamente a biodiversidade e a conservação do património natural e cultural, contribuindo para a resiliência às alterações climáticas e para travar o despovoamento.
Piloto para a implantação do protótipo inicial do teste do sistema.
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: AQUAPRED
Esta primeira implantação serve de base de trabalho para testar os diferentes processos de aquisição de dados, a capacidade do modelo, a simulação de processos contaminantes, etc. Uma vez concluída a fase de protótipo, a implantação na piscina do Instituto de Termalismo da Universidade de Bordéus será o primeiro piloto.
Pilotos
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.1 (...) Investigação / Inovação
Proyecto: RESINSURF
Arranque de dois projetos-piloto para substituir componentes com impacto ambiental negativo por outros que permitam promover um crescimento inteligente e sustentável no espaço SUDOE. P1 Validação do processo de substituição do Cr (VI) na eletrodeposição do crómio. P2 Validação do processo de substituição do Cr (VI) na proteção de ligas leves.
Planeamento preventivo e intervenção rápida para a melhoria da prevenção e gestão de incêndios
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: USE4FOREST
Desenvolvimento e implementação conjunta, por parte do B2-JCyL, B6-DepOurense, B7-Uvigo, B11-CNPF NA e B13-Sud Charente, sob a coordenação do BP-DXDM, de uma ação piloto de demonstração da eficácia da planificação preventiva de intervenção rápida para a melhoria da prevenção e gestão de incêndios florestais, incluindo a monitorização e avaliação do seu impacto e transferibilidade. O piloto será testado em ES (Galiza,Castela e Leão) e FR (Sud Charente).
Plano diretor para substituição de recursos convencionais por recursos de ANC
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.5 (...) Acesso à água / gestão sustentável da água
Proyecto: TARGET
Esta ação piloto visa testar a aplicabilidade da Estratégia TARGET, à escala da bacia hidrográfica de Dordogne (A.1.5). Os métodos e metodologias de ensaio terão sido previamente desenvolvidos no âmbito do CESAEAP. Será implementado de acordo com os 4 pilares da Estratégia e em conformidade com os seus 3 princípios. Permitirá a aplicação, após análise crítica e adaptação, de soluções testadas pelos parceiros e parceiros associados do projeto, noutros contextos, à escala da bacia hidrográfica (em particular a “Bússola de Resiliência” do CEREMA e o mapa de análise multicritério da ECF). A ação resultará no desenvolvimento de um plano diretor para a gestão sustentável dos recursos hídricos na bacia hidrográfica de Dordogne, permitindo substituir os frágeis recursos hídricos da bacia por recursos hídricos não convencionais (águas residuais tratadas, águas pluviais, águas cinzentas). Este plano diretor permitirá, por setor e utilização da bacia hidrográfica de Dordogne, indicar se a valorização da água não convencional é adequada e, em caso afirmativo, os meios a implementar (atores, técnicas e financiamento). Após avaliação da implementação da ação piloto pelo CESAEAP, será desenvolvido um Guia Metodológico para aplicação da Estratégia TARGET na escala de uma bacia hidrográfica. Contém as ferramentas e métodos para implementar os princípios (uso racional, RANC, inovação) e pilares da Estratégia (inventário, consulta, previsão, plano de ação) ao nível da bacia hidrográfica. Este guia será posteriormente utilizado pela AMAyA com o parceiro associado JUNTA DE ANDALUCIA, numa bacia hidrográfica da Andaluzia. O plano diretor será adotado pelas autoridades do EPIDOR e serão organizadas sessões de restituição da Estratégia TARGET aprovada e feedback sobre a ação piloto, em particular com o parceiro associado ANEB.
Programa de formação para os agricultores de regadio da Catalunha, Andaluzia, Múrcia, Nova Aquitânia
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo : OE 1.4 (...) Especialização inteligente / Transição industrial / Empreendedorismo
Proyecto: SMART GREEN WATER
Esta ação-piloto visa a realização de 2 programas de formação: -Destinadas aos agricultores de regadio para a utilização de tecnologias digitais com o intuito de melhorar a sua eficiência na utilização da água -Destinadas às comunidades de agricultores de regadio e outros agentes na gestão coletiva dos recursos hídricos, para a elaboração de estratégias de gestão da água em caso de seca, graças às tecnologias digitais. Os programas de formação terão sido desenvolvidos conjuntamente no âmbito do CESAP, sob a coordenação da UPA. A ação-piloto conduzirá à conceção e implementação de programas de formação online em francês, espanhol e português. O conteúdo dos programas terá sido elaborado e implementado com base nas necessidades identificadas no diagnóstico e para complementar a formação existente. Estes programas online serão complementados pela organização de jornadas de demonstração tecnológica, pelo menos em Nova Aquitânia, Andaluzia, Catalunha e Portugal. A ação será finalmente avaliada pelo CESAP. O objetivo será adaptar eventualmente a solução para que possa ser integrada na Estratégia SGW, bem como facilitar a sua transferência para outras regiões SUDOE.
Projeto piloto do conceito Hub do Dinamização e Parada en el Camino
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: Ultreia_Sudoe
Conceção conjunta e definição de um projeto-piloto para testar o conceito de Hubs de Dinamização e Paradas en el Camino do CaS. O piloto será realizado em 5 territórios: 1 em Portugal, 3 em Espanha e 1 em França, para garantir a representatividade da área de colaboração Sudoe. Hub de dinamização: Grupo de trabalho para realizar, entre outros, o mapeamento dos principais agentes, o envolvimento dos principais stakeholders, uma análise estratégica, o desenvolvimento de metodologia e plano de trabalho, a medição de impacto, a recolha de lições aprendidas e modelos de replicabilidade para outros territórios. O Parada en el Camino será um local físico e virtual onde poderá provar, comprar e enviar produtos agroalimentares típicos, artesanais e criativos. Oferecerá informações culturais, turísticas, ambientais e de lazer de forma física e virtual, com conexões em rede, e coletará avaliações de produtos e serviços. Servirá de ponto de encontro entre os habitantes das zonas rurais e os visitantes e utilizadores das estradas. Este projeto-piloto basear-se-á na estratégia comum concebida em colaboração e a sua execução simultânea será acompanhada nos 5 territórios selecionados (A3.2 e A3.3). As informações obtidas com esta evolução serão utilizadas para a melhoria contínua da versão final da estratégia comum e do plano de ação.
Realização de experiências-piloto temáticas sobre a Estratégia GT2 em Espanha, Portugal e França
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 3 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação social, valorização do património e serviços
Objetivo : OE 4.6 (...) Cultura/Turismo Sustentável
Proyecto: HITTS
O projeto HITTS irá desenvolver 1 experiência-piloto da Estratégia desenvolvida no GT2, com diferentes focos temáticos em cada país (1 em Espanha, 1 em França e 1 em Portugal). Todas as ações-piloto partilharão elementos comuns e outros elementos distintivos, em função das características de cada território, do seu potencial e das suas necessidades e da existência de um quadro de referência nacional diferente. Cada território testará elementos comuns da estratégia necessários para alcançar o desenvolvimento socioeconómico desejado. A este respeito, a parte comum testada por todos os parceiros incluirá o desenvolvimento de um sistema de governação participativa (A3.1); conceção de um plano de ação que traduza a estratégia em medidas concretas (A3.2) e formação dos intervenientes locais (A3.3). A experiência-piloto temática será diferente em cada território: - Espanha (PP1, PP2, PP3) — Abordagem de utilização da riqueza adaptativa: promover, condicionar e adaptar o património cultural e natural para garantir o acesso universal a determinados elementos ou bens identificados. - França (PP7, PP8) — Mobilização de atores para a criação de atividades turísticas, artísticas e culturais para a revitalização do património cultural e natural de uma zona protegida comum. - Portugal (PP5,PP6) — Readaptação do património natural dos lagares e dotação de equipamento dos percursos pedestres de Montalegre. Estas ações serão muito importantes para o HITTS, uma vez que os elementos essenciais e comuns da estratégia podem ser testados em ambientes reais com suas singularidades e temas. Os resultados obtidos servirão para recolher melhorias a integrar na Estratégia com base nos aspetos testados no território SUDOE.
Sistema de alerta precoce
Período: 2021-2027
Estado: Em curso
Prioridade : 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo : OE 2.4 (...) Adaptação às alterações climáticas / Prevenção dos riscos
Proyecto: An-Gel Sudoe
O sistema de alerta precoce permitirá antecipar as situações de geada primaveril, de modo a que possam ser preparados meios ativos para complementar as soluções passivas e semi-passivas, que são de natureza contínua. O sistema combinará modelos numéricos de previsão meteorológica (NPM) com mapas de temperatura do solo de alta precisão desenvolvidos a partir de séries temporais locais. Esta metodologia permite um processo de downscaling a partir de informação local para atingir um nível de precisão muito elevado (nível de parcela individual ou escala hiperlocal). O sistema será altamente orientado para fornecer uma versão móvel fácil de interpretar no terreno, incluindo um módulo de disseminação do sistema para enviar alertas por correio eletrónico, SMS e notificações móveis. Este sistema será integrado como parte da plataforma ClimAlert, enriquecendo o seu espetro de informação e atraindo novos utilizadores.