Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

Piloto em França

Resumo

A área experimental de Gaillac, localizada em Tarn, França, enfrenta atualmente uma série de desafios, incluindo: - Escassez de água e stress hídrico, bem como a necessidade de adaptação às alterações climáticas. - Solos pobres em matéria orgânica. - Controlo de pragas e doenças na cultura da vinha. - Redução do rendimento das uvas e do consumo de vinho. Ao implementar e monitorizar ações de melhoria da IV, o objetivo é enfrentar estes desafios e, ao mesmo tempo, promover a biodiversidade, preservar o património cultural e reforçar a resiliência do território face às alterações climáticas. As ações serão realizadas em dois modelos de vinha, a vinha experimental do IFV como modelo "verde" e outra vinha em Gaillac como modelo "convencional" com menos IV. Estas ações incluem: 1. diagnóstico da biodiversidade aérea na vinha. 2. A elaboração de um mapa de temperatura na vinha experimental para identificar as zonas frias e a sua relação com as ações de IVs, bem como o seu impacto nas videiras. 3. Ensaio experimental sobre SE proporcionados por coberturas verdes, tais como adubos verdes e coberturas herbáceas temporárias ou permanentes. Serão analisados aspetos como o fornecimento de azoto, o armazenamento e a libertação de água para a vinha (através da análise da biomassa, do azoto e do carbono do solo, de sensores de humidade e de temperatura, da estabilidade estrutural, etc.), bem como a biodiversidade associada. 4. Na vinha verde, será efetuado um estudo das colmeias e uma análise do pólen para determinar o local de concentração das abelhas nas diferentes ações IV do Vinnopôle. Com estas ações, esperamos avançar para uma gestão mais sustentável e resiliente das vinhas de elevado valor ecológico, enfrentando os desafios atuais e promovendo a conservação do ambiente natural e cultural.

Descrição

A área experimental de Gaillac, localizada em Tarn, França, enfrenta atualmente uma série de desafios, incluindo: – Escassez de água e stress hídrico, bem como a necessidade de adaptação às alterações climáticas. – Solos pobres em matéria orgânica. – Controlo de pragas e doenças na cultura da vinha. – Redução do rendimento das uvas e do consumo de vinho. Ao implementar e monitorizar ações de melhoria da IV, o objetivo é enfrentar estes desafios e, ao mesmo tempo, promover a biodiversidade, preservar o património cultural e reforçar a resiliência do território face às alterações climáticas. As ações serão realizadas em dois modelos de vinha, a vinha experimental do IFV como modelo “verde” e outra vinha em Gaillac como modelo “convencional” com menos IV. Estas ações incluem: 1. diagnóstico da biodiversidade aérea na vinha. 2. A elaboração de um mapa de temperatura na vinha experimental para identificar as zonas frias e a sua relação com as ações de IVs, bem como o seu impacto nas videiras. 3. Ensaio experimental sobre SE proporcionados por coberturas verdes, tais como adubos verdes e coberturas herbáceas temporárias ou permanentes. Serão analisados aspetos como o fornecimento de azoto, o armazenamento e a libertação de água para a vinha (através da análise da biomassa, do azoto e do carbono do solo, de sensores de humidade e de temperatura, da estabilidade estrutural, etc.), bem como a biodiversidade associada. 4. Na vinha verde, será efetuado um estudo das colmeias e uma análise do pólen para determinar o local de concentração das abelhas nas diferentes ações IV do Vinnopôle. Com estas ações, esperamos avançar para uma gestão mais sustentável e resiliente das vinhas de elevado valor ecológico, enfrentando os desafios atuais e promovendo a conservação do ambiente natural e cultural.

Periodo: 2021-2027
Estado: Em curso
Convocatoria : 1ª convocatória
Proyecto: ECOSPHEREWINES
Prioridade: 1 - Preservar o capital natural e reforçar a adaptação às alterações climáticas no Sudoe
Objetivo: OE 2.7 (...) Proteção e preservação da natureza / biodiversidade / infraestruturas verdes