Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

Aplicação de WSN em planos de ação municipais e autoproteção contra incêndios florestais

Resumo

Este Plano de Ação visa promover a aplicação das WSN nos planos de ação municipais e de autoproteção contra incêndios florestais (PAMIF e PAIF) no Sudoe. Os municípios das áreas piloto de Espanha e Portugal irão desenvolver planos para aplicação das WSN no PAMIF e PAIF nos municípios. Para tal, irão contar com os seus próprios conhecimentos e experiência na aplicação de tecnologia noutras áreas (por exemplo, qualidade do ar), bem como nos conhecimentos e experiências proporcionados pelo Projecto (GT3 e R3.1). Os municípios irão estabelecer os objetivos específicos do plano, os serviços municipais que estarão envolvidos na sua implementação, a cadeia de comando e operações, bem como os protocolos de atuação. Irão determinar os recursos materiais e humanos, infra-estruturas, equipamentos e formação das equipas necessárias à integração das WSN. Irão também avaliar os custos e a identificação das fontes de financiamento. Os municípios apresentarão os planos à autoridade superior competente, que decidirá sobre os mesmos. Trata-se da Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF) de Portugal e da Direção Geral de Política Florestal das Comunidades Autónomas de Espanha. Administrações e organismos públicos irão pronunciar-se sobre a conveniência/necessidade de reforçar a prevenção e a deteção precoce nas políticas de defesa contra incêndios florestais no Sudoe. Irão avaliar as vantagens e benefícios da aplicação de redes de sensores sem fio na gestão de incêndios florestais. A JCYL DG Patrimônio Cultural será líder desta realização na qual irão participar todas as administrações e órgãos públicos participantes do Projeto.

Descrição

Este Plano de Ação visa promover a aplicação das WSN nos planos de ação municipais e de autoproteção contra incêndios florestais (PAMIF e PAIF) no Sudoe. Os municípios das áreas piloto de Espanha e Portugal irão desenvolver planos para aplicação das WSN no PAMIF e PAIF nos municípios. Para tal, irão contar com os seus próprios conhecimentos e experiência na aplicação de tecnologia noutras áreas (por exemplo, qualidade do ar), bem como nos conhecimentos e experiências proporcionados pelo Projecto (GT3 e R3.1). Os municípios irão estabelecer os objetivos específicos do plano, os serviços municipais que estarão envolvidos na sua implementação, a cadeia de comando e operações, bem como os protocolos de atuação. Irão determinar os recursos materiais e humanos, infra-estruturas, equipamentos e formação das equipas necessárias à integração das WSN. Irão também avaliar os custos e a identificação das fontes de financiamento. Os municípios apresentarão os planos à autoridade superior competente, que decidirá sobre os mesmos. Trata-se da Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF) de Portugal e da Direção Geral de Política Florestal das Comunidades Autónomas de Espanha. Administrações e organismos públicos irão pronunciar-se sobre a conveniência/necessidade de reforçar a prevenção e a deteção precoce nas políticas de defesa contra incêndios florestais no Sudoe. Irão avaliar as vantagens e benefícios da aplicação de redes de sensores sem fio na gestão de incêndios florestais. A JCYL DG Patrimônio Cultural será líder desta realização na qual irão participar todas as administrações e órgãos públicos participantes do Projeto.

Periodo: 2021-2027
Estado: Em curso
Convocatoria : 1ª convocatória
Proyecto: SenForFire
Prioridade: 2 - Promover a coesão social e o equilíbrio territorial e demográfico no Sudoe através da inovação e transformação dos sectores produtivos
Objetivo: OE 1.1 (...) Investigação / Inovação