Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

GREENTOUR

Economia Circular e Turismo Sustentável em Destinos do espaço SUDOE

Eixo 5: Meio ambiente e eficiência de recursos
OBJETIVO 6C1 :
Melhoria dos métodos de gestão do património natural e cultural comum através do desenvolvimento de redes e da experimentação conjunta
ESTADO: En curso
CÓDIGO: SOE4/P5/E1089
CUSTO TOTAL ELEGÍVEL (€)
1.171.998,68€
AJUDA FEDER (€)
525.618,79€
Pere Fullana-i-Palmer

GESTOR DE PROJETO

SETORES: Gestão do património natural, Turismo
CHAMADA: Cuarta
DURAÇÃO:
1 Novembro, 2020
28 Fevereiro, 2023
RESULTADOS: 2023-02-28
BENEFICIÁRIO PRIMÁRIO:
Escuela Superior de Comercio Internacional de la Universidad Pompeu Fabra (ES)
OUTROS BENEFICIÁRIOS:
  • 2. LLORET FUTUR, S.A. (ES)
  • 3. Universidad de Cantabria Departamento de Ingenierías Química y Biomolecular Grupo Desarrollo de Procesos Químicos y Control de Contaminantes (ES)
  • 4. Auvergne-Rhône-Alpes Tourisme (FR)
  • 5. Fundación camino lebaniego (ES)
  • 6. Fundación Centro Tecnológico de Eficiencia y Sostenibilidad Energética Movilidad e Infraestructuras (ES)
  • 7. Universidade de Aveiro Departamento de Ambiente e Ordenamento (PT)
  • 8. DIPUTACION DE PONTEVEDRA TURISMO RIAS BAIXAS (ES)
  • 9. Laboratório da Paisagem - Associação para a Promoção do Desenvolvimento Sustentável (PT)

GREENTOUR aborda 3 ações de inovação enquadradas num modelo de agrupamento transregional para aproveitar o fluxo e intercâmbio de informação:

  • inclui metodologias e ações para favorecer a economia circular no setor turístico numa escala transregional não abordada anteriormente,
  • inclui como inovação científica e metodológica um rótulo ambiental com uma perspetiva de ciclo de vida para avaliar os impactes ambientais causados pela atividade turística num determinado destino, para além das variáveis económicas e sociais,
  • promove a cooperação inter-regional na área SUDOE entre instituições e formuladores de políticas, tendo em conta o setor turístico na validação das ferramentas e estratégias propostas.

Isto será aplicado de forma piloto em Lloret, Andorra, Auvergne, Cantábria, Rías Baixas e Portugal. Todos estes destinos têm património natural e cultural relevante e serão embaixadores do rótulo ambiental no SUDOE.

REGIÕES PARTICIPANTES