Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

Objetivo específico proyecto 27: OE 4.5 (...) Acesso aos cuidados de saúde /sistemas de saúde

Expérimentation d’actions pilotes

O GT3 ligado ao objetivo específico 3 convergirá para a experimentação de ações-piloto nos territórios do projeto. Essas ações permitirão a implementação concreta de novos dispositivos (por exemplo, serviços, equipamentos, ferramentas, métodos ou abordagens) resultantes de uma reflexão conjunta ou demonstrar a viabilidade / aplicabilidade de soluções existentes em um determinado território/setor.

Leer más »

Pilotagem do sistema de previsão HENKO baseado em IA

Teste-piloto da plataforma preditiva “HENKO” baseada em IA e tecnologias digitais inovadoras com utilizadores finais de cuidados paliativos (A3.2): pessoas com necessidades de cuidados paliativos (N=120), familiares (N=50), profissionais (N=25). (1 ação-piloto implementada nos 7 beneficiários de assistência), INTRAS, GSS, SALUD, DIPBI, CHUB, PM, IPO).

Leer más »

Ensaio clínico aleatório multicêntrico

Realização de um ensaio clínico multicêntrico aleatório com grupo de intervenção e grupo de controlo em 300 pacientes idosos do serviço de Geriatria/Medicina Interna dos hospitais participantes no projeto. O modelo de atenção hospitalar do serviço de geriatria do HUN demonstrou, através de evidência científica, a prevenção da incapacidade gerada durante a hospitalização em 60% dos pacientes que participam no programa de exercício individualizado. Com base neste modelo, e procurando a sua otimização, será desenvolvido e implementado conjuntamente um modelo inovador de cuidados hospitalares no HDFF (Portugal), CHU-T (França), SAAS (Andorra) e HUN (Espanha). O desenho do ensaio clínico terá em conta as necessidades, possibilidades e características de cada hospital para a sua implementação e posterior acompanhamento 3 meses após a intervenção, de forma a avaliar a adesão e os resultados da prática de exercício físico e adoção de hábitos saudáveis. Esta atividade piloto iniciar-se-á com a elaboração conjunta do protocolo e, após a aprovação pelas diferentes Comissões de Ética, iniciar-se-á o recrutamento de doentes nos 3 hospitais que serão aleatorizados através de um procedimento cego (mês 7). A duração do ensaio clínico é estimada em 2 anos e, uma vez concluído, os resultados serão analisados. Os resultados desta atividade-piloto testada nos três hospitais permitirão o desenvolvimento de uma solução facilmente transferível para outros hospitais em diferentes territórios. A implementação desta atividade-piloto em três hospitais de países e regiões diferentes traz um valor acrescentado aos resultados, uma vez que inclui uma população heterogénea com diferentes características sociais e económicas do território SUDOE e com diferentes sistemas de saúde, aumentando o impacto dos resultados a nível científico com repercussões sociais e políticas.

Leer más »

Avaliação dos casos-piloto realizados no âmbito do projeto

Na atividade A3.2, e procurando a replicação da replicação da experiência noutros domínios SUDOE, uma avaliação de cada caso-piloto, analisando o seu impacto social, o funcionamento da unidade de negócio e a sustentabilidade de cada piloto. Serão tiradas conclusões que podem favorecer a sua replicação futura (boas práticas) e uma análise económica comparativa análise económica comparativa das despesas em cada projeto-piloto versus poupanças induzidas nos serviços de saúde pública. Estas poupanças serão utilizadas para procurar soluções público-privadas que permitam a replicação das experiências-piloto.

Leer más »

Elaboração de uma estratégia comum e de um plano de ação.

O Grupo de Trabalho 1, ligado ao Objetivo Específico 1, convergirá para a elaboração de uma estratégia comum e de um plano de ação. Essas ações elaboradas em conjunto no âmbito da parceria permitirão alcançar os objetivos estabelecidos no projeto. Também proporcionarão uma visão a longo prazo para gerar uma mudança profunda nos territórios de intervenção, bem como além deles, por meio das ações de comunicação.

Leer más »

Melhorar o modelo de cuidados de saúde para o doente idoso

Esta estratégia, que engloba os GT1 e GT2, tem como objetivo melhorar o modelo de cuidados para os pacientes idosos, tanto no hospital como na transição para os cuidados primários, através da implementação de um programa de formação individualizado e da promoção de hábitos saudáveis; através do desenvolvimento de uma ferramenta de eHealth, será incentivada a promoção de hábitos para um envelhecimento saudável e ativo, facilitando também a comunicação entre o pessoal médico e o paciente/família. GT1: a estratégia incluirá o desenvolvimento conjunto do novo modelo de cuidados hospitalares para prevenir o aparecimento de incapacidades geradas durante o período de hospitalização e melhorar a qualidade de vida do paciente, optimizando os recursos. Este novo modelo incluirá os pontos-chave a ter em conta em cada hospital para aumentar o seu impacto: maior eficiência na atribuição de recursos de cuidados de saúde, melhoria da qualidade de vida das pessoas idosas hospitalizadas, bem como das famílias, reduzindo a sua dependência dos cuidadores. GT2: a estratégia incluirá o desenvolvimento conjunto do novo modelo de cuidados para os doentes em transição para os cuidados primários ou para a consulta (sem hospitalização prévia), a fim de evitar o aparecimento de incapacidades como consequência da hospitalização ou geradas pelo próprio envelhecimento. Este novo modelo incluirá os pontos-chave a ter em conta em cada região e em cada sistema de saúde, a fim de aumentar o impacto social e económico tanto dos sistemas de saúde como dos pacientes. Assim, através da estratégia e do seu plano de ação, será promovida a igualdade de acesso à intervenção clínica com resultados comprovados, reduzindo as diferenças nos cuidados hospitalares entre os diferentes territórios e reduzindo os recursos relacionados com a saúde.

Leer más »

Definição de políticas públicas que facilitem a replicação da experiência noutras áreas SUDOE

Com o objetivo de promover a replicação da experiência noutras zonas rurais de Espanha, França e Portugal, será publicado um guia para a promoção de políticas públicas por parte das autoridades locais e regionais competentes, tentando promover uma parceria público-privada para que estes ecossistemas de cuidados clínicos e de neuro-reabilitação presencial e à distância se desenvolvam de forma sustentável noutras zonas rurais do território SUDOE. Na Atividade A3.5, este Guia será amplamente divulgado no território SUDOE dos três países participantes (Espanha, Portugal e França).

Leer más »

PreDisc

A Europa está cada vez mais envelhecida,o território SUDOE,e em particular as áreas rurais,têm a maior percentagem de idosos e despovoamento.O envelhecimento traz fragilidade e incapacidade,associadas ao aumento do uso

Leer más »

HENKO NET

Em Espanha, do total de pessoas com necessidade de cuidados paliativos (CP) apenas 49,2% dos pacientes os recebe. Em França, 85% das pessoas desejaria morrer em casa; no entanto, apenas

Leer más »