Procurar
Close this search box.

eSudoe
2021-2027

Idioma proyecto 27: Portugués

Acções-piloto

Serão desenvolvidas duas acções-piloto que contribuirão para o indicador de desempenho RCO84. As acções-piloto caracterizam-se pela sua natureza transfronteiriça e de cooperação entre os beneficiários e os parceiros associados do projeto e destinam-se a pôr em prática os resultados das actividades de estudo e análise científico dos GT1 e GT2. A primeira ação piloto visa estudar a transferência da aplicabilidade dos bioprodutos validados nas actividades anteriores através da incorporação industrial e comercialização dos ingredientes funcionais estabilizados desenvolvidos a partir das biomassas de resíduos agroflorestais. Será desenvolvida uma cadeia de valor entre os parceiros INGREDALIA, TAGUS VALEY e ARGAL que se baseará nos resultados do GT1 e que resultarão no ensaio e possível comercialização de novos enchidos com ingredientes biofuncionais. A segunda ação-piloto visa replicar um processo de biorrefinaria transnacional no sector agroflorestal que possa ser transferido para outras entidades do espaço de cooperação. A cadeia de valor será constituída pelos parceiros associados Alliance Forêts-Bois, Sogibois, FBS, TMAD e ENCE, que fornecerão as matérias-primas, e pelos parceiros INPT, INRAE, UVIGO, UMINHO, CETIM e BLC3 Evolution, que efectuará a transformação e reconversão. A eficácia e a viabilidade deste processo serão analisadas a fim de estudar a sua possível continuidade e replicabilidade após o final do projeto. As realizações e os resultados das acções contribuirão, por sua vez, para as estratégias transnacionais e proporcionarão aos parceiros do consórcio uma experiência prática útil para assegurar a transferência de subprodutos e processos validados.

Leer más »

Demonstrador de detecção de danos e defeitos

Demonstrador das tecnologias desenvolvidas no GT1, nomeadamente na detecção automática de danos e/ou defeitos nos produtos e materiais alvo seleccionados no GT3. Este demonstrador incluirá um sistema ou sistemas de sensores para o efeito, de acordo com as conclusões retiradas das atividades deste GT. Uma versão deste demonstrador será incluída como parte do piloto do GT2, que é o demonstrador global.

Leer más »

Demonstrador global

Demonstrador das diferentes tecnologias desenvolvidas neste GT, aplicadas a um caso específico de remanufatura ou suporte da mesma, com um determinado tipo de produto. Este demonstrador contará com pelo menos um robô, com acesso a um espaço de trabalho, e um sistema de sensores de acordo com as especificações obtidas nas atividades deste GT. Como entrada para o demonstrador, será incluído o sistema de detecção de danos e/ou defeitos desenvolvido no GT1.

Leer más »

Pilotos

Arranque de dois projetos-piloto para substituir componentes com impacto ambiental negativo por outros que permitam promover um crescimento inteligente e sustentável no espaço SUDOE. P1 Validação do processo de substituição do Cr (VI) na eletrodeposição do crómio. P2 Validação do processo de substituição do Cr (VI) na proteção de ligas leves.

Leer más »

Atividades Piloto em WSN para prevenção e detecção precoce de incêndios florestais

As campanhas descritas no GT3 representam Atividades Piloto pioneiras na aplicação de WSN à prevenção e deteção precoce de incêndios florestais, das quais importa destacar a extensão do território e a diversidade dos locais, a variedade de sensores meteorológicos e ambientais, a dimensão (número de nós) das WSN, a duração das campanhas e a participação dos serviços municipais de combate a incêndios florestais e da população local. As Atividades Piloto irão reunir o conhecimento e a experiência em incêndios florestais acumulados pelo consórcio, proporcionando novos conhecimentos, tecnologias e resultados, e permitirão tirar conclusões e lições sobre o desempenho das WSN. O consórcio irá traduzir o know-how adquirido durante as Atividades Piloto em dois GUIAS PRÁTICOS (GP) para aplicação de WSN à prevenção (GP_Prevenção) e detecção precoce (GP_Deteção) de incêndios florestais. Os GP irão servir de referência e orientação sobre como utilizar as WSN para melhorar a capacidade de antecipação e resposta dos municípios rurais e dos seus habitantes em caso de incêndios florestais. Irão Abordar aspectos como a identificação e priorização de áreas vulneráveis ao fogo adequadas para o estabelecimento de WSN, o dimensionamento e concepção de WSN, a implantação de WSN no campo, infra-estruturas sem fios, eficiência energética e de transmissão de dados, avaliação de custos, sustentabilidade e impacto ambiental, segurança física e da informação, participação dos cidadãos e outros. O ICIFOR-INIA CSIC será líder da preparação do GP no qual todo o consórcio estará envolvido. Uma versão preliminar do GP será entregue no mês 18 e a versão final no mês 34 do Projeto.

Leer más »

Programa de formação para os agricultores de regadio da Catalunha, Andaluzia, Múrcia, Nova Aquitânia

Esta ação-piloto visa a realização de 2 programas de formação: -Destinadas aos agricultores de regadio para a utilização de tecnologias digitais com o intuito de melhorar a sua eficiência na utilização da água -Destinadas às comunidades de agricultores de regadio e outros agentes na gestão coletiva dos recursos hídricos, para a elaboração de estratégias de gestão da água em caso de seca, graças às tecnologias digitais. Os programas de formação terão sido desenvolvidos conjuntamente no âmbito do CESAP, sob a coordenação da UPA. A ação-piloto conduzirá à conceção e implementação de programas de formação online em francês, espanhol e português. O conteúdo dos programas terá sido elaborado e implementado com base nas necessidades identificadas no diagnóstico e para complementar a formação existente. Estes programas online serão complementados pela organização de jornadas de demonstração tecnológica, pelo menos em Nova Aquitânia, Andaluzia, Catalunha e Portugal. A ação será finalmente avaliada pelo CESAP. O objetivo será adaptar eventualmente a solução para que possa ser integrada na Estratégia SGW, bem como facilitar a sua transferência para outras regiões SUDOE.

Leer más »

Gémeos digitais de parcelas de regadio na Catalunha, Andaluzia, Múrcia, Nova Aquitânia e Alentejo

O objetivo desta ação-piloto é desenvolver “gémeos digitais” de sistemas de cultivo e de irrigação para diversas parcelas-piloto espalhadas pelo SUDOE. A metodologia terá sido desenvolvida conjuntamente e normalizada no âmbito do CESAP, sob a coordenação da UCO. O seu objetivo é criar “gémeos digitais” (JM) para as parcelas-piloto nas regiões da Catalunha, Andaluzia, Múrcia, Nova Aquitânia e Alentejo, nas explorações de agricultores de regadio voluntários. A implementação desta ação permitirá aos agricultores de regadio planear e gerir melhor a sua água de irrigação graças a esta ferramenta de tomada de decisão, bem como através do intercâmbio de experiências com outros agricultores do SUDOE. A ação será avaliada conjuntamente no âmbito do CESAP, com base nas reações dos agricultores sobre a utilização destas tecnologias. Esta avaliação permitirá adaptar eventualmente a solução para a sua integração na Estratégia SGW, bem como facilitar a sua transferência para outras regiões do SUDOE. A avaliação permitirá igualmente dar feedback aos fornecedores deste tipo de serviços e a todas as empresas de assistência técnica. O objetivo será aperfeiçoar a ferramenta e incentivar a sua aplicação noutras explorações, incluindo as pequenas e médias explorações, alvo prioritário do projeto SGW.

Leer más »

Estratégia de gestão da água na Catalunha, Andaluzia e Alentejo, e Nova Aquitânia

Esta ação-piloto visa desenvolver estratégias de gestão da água em situações de escassez através da utilização de tecnologias digitais. A metodologia terá sido desenvolvida conjuntamente e normalizada no âmbito do CESAP, sob a coordenação do IRTA. Será implementado com comunidades de agricultores de regadio nas regiões da Andaluzia, Catalunha e Alentejo e numa sub-bacia hidrográfica na Nova Aquitânia (Adour e Dordogne). Os principais resultados esperados são a implementação de estratégias de gestão da água em situações de escassez, utilizando um método que pode servir de referência para outros agentes do SUDOE. Favorecerá a adoção de boas práticas e o aperfeiçoamento da governação na gestão coletiva dos recursos hídricos. A ação será avaliada conjuntamente no âmbito do CESAP, com base nas reações das partes interessadas envolvidas na elaboração das estratégias. Esta avaliação permitirá adaptar eventualmente a solução para a sua integração na Estratégia SGW, bem como facilitar a sua transferência para outras regiões do SUDOE.

Leer más »

Piloto no Noroeste Peninsular (Espanha e Portugal)

Na zona transfronteiriça de Arribes e Alto Douro, serão aplicadas medidas de SBN para melhorar a IV nas vinhas das Bodegas Pascual Fernandez, em Fermoselle (Zamora), e da Bodega Duorum, em Foz Côa, e áreas circundantes. Estas zonas enfrentam desafios como: – Fragmentação das parcelas, relevo acidentado e custos de cultivo elevados. – Solos com pouca matéria orgânica e fertilidade irregular. – Falta de diversidade de culturas e aumento do stress hídrico. – Verões cada vez mais quentes e secos. – Risco de erosão nas encostas. – Escassez de água e competição hídrica. – Aumento da erosão devido a fenómenos meteorológicos extremos. – Solos com pouca matéria orgânica. – Risco de incêndios e despovoamento/desertificação. Em ambas as regiões, o projeto visa dar resposta aos desafios agrícolas e ambientais, promovendo simultaneamente a conservação da biodiversidade e do património cultural e contribuindo para a resiliência às alterações climáticas. Na zona de Mariñas – Betanzos, os trabalhos serão realizados em parcelas de terreno pertencentes à adega Pagos de Brigante na zona de ação, os desafios estão relacionados com – Pequenas explorações agrícolas e vinícolas, com a atividade no limite da rentabilidade. – Numerosas vinhas abandonadas nas últimas décadas. – Plantação de espécies arbóreas (eucalipto) em vinhas abandonadas. – Difícil abastecimento de uvas locais. – Danos recorrentes à cultura causados por animais selvagens devido ao abandono das explorações agrícolas próximas das vinhas. Este projeto-piloto visa capitalizar as lições aprendidas com o projeto-piloto 1 em França para implementar SBN e aumentar os SE. Em todos estes domínios, o projeto visa dar resposta aos desafios agrícolas e ambientais, promovendo simultaneamente a biodiversidade e a conservação do património natural e cultural, contribuindo para a resiliência às alterações climáticas e para travar o despovoamento.

Leer más »

Método de caraterização e avaliação das soluções digitais existentes no mercado

O objetivo desta ação-piloto visa a elaboração conjunta de um método e, em seguida, a caraterização das soluções digitais existentes no mercado (sensores, teledeteção, telecomando, software de irrigação). A metodologia e a avaliação das soluções digitais terão sido desenvolvidas conjuntamente e normalizadas no âmbito do CESAP, sob a coordenação da UPA. A elaboração do método será enriquecida pela participação dos diferentes agentes envolvidos no projeto e pelos resultados de outras atividades do projeto: A realização desta ação traduzir-se-á em recomendações aos técnicos do sector da irrigação do SUDOE para a escolha de soluções entre a gama de produtos existentes. Permitirá também identificar as lacunas no repertório de tecnologias disponíveis e formular recomendações aos desenvolvedores de soluções sobre as lacunas na oferta atual e as oportunidades de melhoramento. Tudo isto será disponibilizado na plataforma SGW, que constituirá igualmente um fórum de intercâmbio entre agricultores (utilizadores de tecnologias), empresas (fornecedores) e centros tecnológicos ou universidades (formadores – avaliadores). Permitirá aos agricultores de todo o SUDOE partilhar com os seus pares os seus conhecimentos sobre determinadas ferramentas e permitirá às empresas e aos formadores conhecer melhor as necessidades dos utilizadores e melhorar as soluções propostas.

Leer más »